x

Bibliatodo Comentários

Anúncios


Diário Viver
Levítico 27

1. O SENHOR Deus deu a Moisés

2. as seguintes leis para o povo de Israel: Quando uma pessoa que foi separada para o serviço do SENHOR Deus quiser ficar livre do seu compromisso, ela pagará um preço certo,

3. de acordo com a tabela oficial. Os homens de vinte a sessenta anos de idade pagarão cinqüenta barras de prata,

4. e as mulheres da mesma idade pagarão trinta.

5. Os jovens de cinco a vinte anos de idade pagarão vinte barras de prata, e as jovens pagarão dez.

6. Os meninos de um mês a cinco anos pagarão cinco barras de prata, e as meninas pagarão três.

7. Os homens de sessenta anos para cima pagarão quinze barras de prata, e as mulheres pagarão dez.

8. Se a pessoa for pobre e não puder pagar a quantia marcada, ela irá falar com o sacerdote, e ele cobrará o que a pessoa puder pagar.

9. Quando alguém promete a Deus, o SENHOR, um animal que pode ser oferecido em sacrifício, esse animal é considerado sagrado

10. e não poderá ser trocado por outro, seja melhor ou pior. Mas, se houver troca, então os dois animais pertencem ao SENHOR.

11. Se o animal for impuro, isto é, um dos animais que o SENHOR não aceita, então o dono o levará ao sacerdote

12. para que ele veja quanto vale. O sacerdote dará o preço de acordo com a condição do animal.

13. Se o dono quiser tornar a comprar o animal, ele pagará o preço, mais um quinto.

14. Quando alguém dedicar a sua casa a Deus, o SENHOR, o sacerdote fará a avaliação da casa de acordo com a sua condição e dará o preço.

15. Se o dono quiser tornar a comprar a casa, pagará o preço, mais um quinto.

16. Se alguém oferecer para o serviço de Deus, o SENHOR, uma parte dos terrenos que recebeu do pai, o sacerdote fará a avaliação do terreno de acordo com a quantidade de sementes necessária para semeá-lo, na base de cinqüenta barras de prata por cem quilos de cevada.

17. Se ele dedicar o terreno a Deus no Ano da Libertação, o terreno valerá o preço máximo;

18. mas, se for depois do Ano da Libertação, o sacerdote calculará o seu valor, tendo como base os anos que ainda faltarem para o seguinte Ano da Libertação, e assim o preço será mais baixo.

19. Se o dono do terreno quiser tornar a comprá-lo, ele pagará o preço calculado, mais um quinto.

20. Mas, se não quiser tornar a comprá-lo ou se outra pessoa o comprar, ele perderá o direito de tornar a comprá-lo.

21. No Ano da Libertação, quando o terreno ficar livre, ele será oferecido para o serviço de Deus, o SENHOR; é um terreno sagrado que pertence aos sacerdotes.

22. Se alguém oferecer para o serviço de Deus, o SENHOR, um terreno que comprou,

23. o sacerdote calculará o valor do terreno, tendo como base os anos que ainda faltarem para o Ano da Libertação. Nesse mesmo dia o homem pagará o preço total e oferecerá o dinheiro para o serviço do SENHOR.

24. No seguinte Ano da Libertação o terreno voltará a pertencer ao seu dono, isto é, ao homem que o recebeu como herança.

25. Todos os preços serão calculados de acordo com a tabela oficial; a barra padrão, o siclo, vale vinte geras.

26. A primeira cria das vacas, ovelhas ou cabras pertence a Deus, o SENHOR. Portanto, ninguém poderá oferecê-la ao SENHOR, pois já pertence a ele.

27. Mas a primeira cria de um animal impuro poderá ser comprada de novo; deverá ser pago o preço da tabela, mais um quinto. Se não for comprada de novo, a cria poderá ser vendida pelo preço da tabela.

28. Ninguém poderá vender ou tornar a comprar uma coisa, seja pessoa, animal ou terreno, que tiver sido dedicada para ser usada somente no serviço de Deus, o SENHOR. É uma coisa sagrada e pertence completamente ao SENHOR.

29. Nem mesmo uma pessoa que tenha sido dedicada assim poderá ser comprada de novo; ela será morta.

30. A décima parte das colheitas, tanto dos cereais como das frutas, pertence a Deus, o SENHOR, e será dada a ele.

31. Se o dono quiser tornar a comprar alguma porção dessa décima parte, pagará o preço marcado, mais um quinto.

32. De cada dez animais domésticos um pertence a Deus, o SENHOR. Quando o dono contar o seu gado e as suas ovelhas e cabras, cada décimo animal pertencerá ao SENHOR,

33. qualquer que seja a condição do animal. O dono não poderá trocar um animal por outro. Mas, se houver troca, então os dois animais pertencem ao SENHOR e não poderão ser comprados de novo.

34. Foram esses os mandamentos que o SENHOR Deus deu a Moisés, no monte Sinai, para o povo de Israel.

×
Levítico 27

27.1ss Aos israelitas lhes requereu que dessem ou consagrassem certas coisas ao Senhor e a seu serviço: os primeiros frutos de suas colheitas, os animais primogênitos, os filhos primogênitos, o dízimo de seu ganho. Muitos desejavam ir mais à frente e consagrar-se eles mesmos ou consagrar a outro membro da família, animais adicionais, uma casa ou um campo a Deus. Nestes casos, era possível doar dinheiro em lugar de uma pessoa real, um animal ou uma propriedade. Algumas pessoas faziam votos impulsivos ou pouco realistas. A fim de insisti-los a refletir antes de fazê-lo, impunha-se uma penalidade do vinte por cento a aquelas coisas que eram voltas a comprar com dinheiro. Este capítulo explica como fixar valores e o que fazer se um doador logo desejava voltar a comprar aquilo que tinha doado a Deus. 27.9, 10 Deus ensinou a quão israelitas quando faziam um voto ao, não deviam retratar-se de sua promessa até se resultava mais custosa do que esperavam. (Isto aplicava aos animais; os humanos podiam ser redimidos ou comprados de novo.) Deus toma seriamente nossas promessas. Se você fez um voto de dar dez por cento de seu ingresso e repentinamente surgem algumas conta inesperadas, sua fiel mordomia será custosa. Entretanto, Deus espera que você cumpra com sua promessa, mesmo que lhe seja difícil. 27.14-25 A propriedade imobiliária podia ser doada como oferenda voluntária de um modo que se assemelha à forma em que hoje em dia as pessoas dão propriedades por meio de um testamento ou doam o obtido na venda de uma propriedade à igreja ou a organizações cristãs. 27.29 Coisas dedicadas a ser destruídas se referem a propriedades pessoais ou a pessoas que estavam sob a proibição de Deus, tais como um bota de cano longo capturado de adoradores de ídolos ou dos ídolos mesmos. Estas coisas deviam ser destruídas e não podiam ser resgatadas. 27.33 Muitos dos princípios a respeito dos sacrifícios e dos dízimos tinham o propósito de motivar atitudes internas assim como ações externas. Se uma pessoa dava a contra gosto, mostrava que tinha um coração mesquinho. Deus quer que sejamos doadores alegres (2Co 9:7) que demos com gratidão ao. 27.34 O livro do Levítico está repleto de mandamentos que Deus deu a seu povo ao pé do monte Sinaí. Destes mandamentos podemos aprender muito a respeito da natureza e o caráter de Deus. A primeira vista, Levítico parece irrelevante para nosso mundo altamente tecnificado. Mas se aprofundarmos um pouco, damo-nos conta que este livro nos segue falando hoje porque Deus não trocou e seus princípios são para todos os tempos. Como a gente e a sociedade trocam, precisamos procurar continuamente forma de aplicar os princípios da lei de Deus a nossas circunstâncias pressente. Deus era o mesmo no Levítico como o é hoje e o será por sempre (Hb 13:8).





Anúncios