- Anúncios -
x

Bibliatodo Comentários


Diário Viver
Isaías 27

1. A libertação de Israel Nesse dia, com sua espada dura, grande e forte, Javé castigará Leviatã, serpente escorregadia, Leviatã, serpente tortuosa, e matará o dragão do mar.

2. Nesse dia, cantarão para a vinha formosa:

3. Eu, Javé, sou responsável por ela. Eu a rego com freqüência; para que ninguém venha estragá-la, eu a vigio dia e noite.

4. Eu não estou encolerizado. Se alguém produzisse nela espinhos e ervas daninhas, eu me lançaria contra ele para queimá-lo.

5. Quem buscar a minha proteção, fará as pazes comigo; sim, comigo fará as pazes.

6. No futuro, Jacó criará raízes, Israel dará botões e flores, e seus frutos cobrirão a terra.

7. Por acaso Javé feriu a Jacó como feriu àqueles que ferem Jacó? Ou será que o matou, como matou a seus assassinos?

8. Javé os castigou na medida certa, ao expulsá-los de sua terra, ao jogá-los longe com vento forte, como em dia de vento oriental.

9. Pois é assim que a culpa de Jacó será apagada; será esse o fruto por ele se afastar do seu pecado, quando ele reduzir todas as pedras do altar a pedras de cal que se transformam em pó, quando não mais erguer postes sagrados e altares para o incenso.

10. A fortaleza se transformou em lugar de solidão, em casa largada, abandonada como o deserto: aí pastam bezerros, deitam-se e devoram os seus ramos.

11. O galho seco quebra, vêm as mulheres e recolhem para acender o fogo. Pois este não é um povo inteligente; por isso, não conseguiu que seu Criador se compadecesse dele, que o seu formador tivesse piedade.

12. Nesse dia, Javé debulhará as espigas desde o grande rio até o riacho do Egito. E vocês, israelitas, serão recolhidos um a um.

13. Nesse dia, soará a grande trombeta e hão de vir os que estão espalhados na Assíria e os exilados no Egito. E todos se ajoelharão diante de Javé, no monte santo, em Jerusalém.

×
Isaías 27

27.1 "Aquele dia" é uma referência sobre o fim do mundo malvado que conhecemos. Na literatura síria antiga, o leviatã era um monstro de sete cabeças, o inimigo da ordem criado Por Deus. portanto, Isaías compara a massacre dos malvados com a conquista de um grande inimigo. Embora o mal é um inimigo capitalista, Deus o esmagará e o eliminará da terra para sempre. 27.2-6 A vinha pisada do capítulo 5 se restaurará na nova terra de Deus. O protegerá e cuidará a vinha, seu povo. Já não produzirá frutos sem valor, mas sim produzirá suficiente fruto bom para todo mundo. Os gentis conhecerão deus através do Israel. 27.9 Só Deus pode limpar o pecado, mas remover os de sua terra seria o castigo que desencardiria ao povo de Deus. Deu 28:49-52, Deu 28:64 explica a advertência de Deus a respeito destas conseqüências. 27.11 Isaías compara o estado da vida espiritual do Israel com os ramos seca que se quebram e se usam como combustível. As árvores nas Escrituras freqüentemente representam a vida espiritual. O tronco é o canal de força que provém de Deus; os ramos são as pessoas que o servem. Os ramos de uma árvore em ocasiões se balançam e assobiam com o vento. Como o Israel, podem secar-se devido à podridão interna e voltar-se inúteis para algo exceto produzir fogo. Que classe de ramo é você? Se está murchando-se espiritualmente, analise se suas raízes estão firmemente arraigadas em Deus. 27.12 "Debulhará" significa "julgar". O propósito de Deus ao julgar a terra não é vingança, a não ser purificação. Quer nos corrigir e nos conduzir de novo ao. Deus não nos castiga pelo pecado solo para nos fazer sofrer, mas sim para que o fiel esteja melhor preparado para um serviço frutífero.