- Anúncios -
x

Bibliatodo Comentários




Diário Viver
Tito 1

1. Paulo, servo de Deus e apóstolo de Jesus Cristo, segundo a fé dos eleitos de Deus e o conhecimento da verdade, que é segundo a piedade,

2. em esperança da vida eterna, a qual Deus, que não pode mentir, prometeu antes dos tempos dos séculos,

3. mas, a seu tempo, manifestou a sua palavra pela pregação que me foi confiada segundo o mandamento de Deus, nosso Salvador,

4. a Tito, meu verdadeiro filho, segundo a fé comum: graça, misericórdia e paz, da parte de Deus Pai e da do Senhor Jesus Cristo, nosso Salvador.

5. Por esta causa te deixei em Creta, para que pusesses em boa ordem as coisas que ainda restam e, de cidade em cidade, estabelecesses presbíteros, como já te mandei:

6. aquele que for irrepreensível, marido de uma mulher, que tenha filhos fiéis, que não possam ser acusados de dissolução nem são desobedientes.

7. Porque convém que o bispo seja irrepreensível como despenseiro da casa de Deus, não soberbo, nem iracundo, nem dado ao vinho, nem espancador, nem cobiçoso de torpe ganância;

8. mas dado à hospitalidade, amigo do bem, moderado, justo, santo, temperante,

9. retendo firme a fiel palavra, que é conforme a doutrina, para que seja poderoso, tanto para admoestar com a sã doutrina como para convencer os contradizentes.

10. Porque há muitos desordenados, faladores, vãos e enganadores, principalmente os da circuncisão,

11. aos quais convém tapar a boca; homens que transtornam casas inteiras, ensinando o que não convém, por torpe ganância.

12. Um deles, seu próprio profeta, disse: Os cretenses são sempre mentirosos, bestas ruins, ventres preguiçosos.

13. Este testemunho é verdadeiro. Portanto, repreende-os severamente, para que sejam sãos na fé,

14. não dando ouvidos às fábulas judaicas, nem aos mandamentos de homens que se desviam da verdade.

15. Todas as coisas são puras para os puros, mas nada é puro para os contaminados e infiéis; antes, o seu entendimento e consciência estão contaminados.

16. Confessam que conhecem a Deus, mas negam-no com as obras, sendo abomináveis, e desobedientes, e reprovados para toda boa obra.

×
Tito 1

1.1 Paulo escreveu esta carta no lapso entre sua primeira e segunda prisão em Roma (antes escreveu 2 Tmmoteo) para assessorar ao Tito em seu trabalho com as Iglesias na ilha de Giz. Paulo tinha visitado Giz com o Tito e o deixou ali para ministrar (1.5). Giz foi um centro de treinamento para os soldados romanos. portanto, houve uma considerável influencia pagã nesta ilha pequena. Por esta razão, a igreja em Giz necessitou uma liderança sólida. 1.1 Em uma frase curta, Paulo nos dá uma percepção clara de sua razão para viver. chama-se a si mesmo um servo (ou escravo) de Deus, isto é, um que está dedicado a obedecer a Deus. Esta obediência o conduziu a usar sua vida para pregar a mensagem de Cristo. Como descreveria você seu propósito na vida? A que oferece sua devoção? Para maior informação relacionada com o Paulo, veja-se em Feitos 9. 1.1 Paulo se autotitulaba "apóstolo". Embora não tinha sido um dos primeiros doze, Deus o comissionou para levar as boas novas aos gentis (veja-se em Act 9:1-16 os detalhes de seu chamado). A palavra apóstolo significa enviado. "Escolhido de Deus" se refere à eleição de Deus por seu povo, a Igreja. 1.2 Aparentemente, a mentira era algo muito comum em Giz (1.12). Paulo deixa em claro ao começar de que Deus não minta. O fundamento de nossa fé é confiar na pessoa de Deus. Porque O é verdade, é a fonte de toda verdade e não pode mentir. Acreditar no nos conduz à piedade, um estilo de vida honorável (1.1). A vida eterna que Deus prometeu será nossa porque O cumpre com suas promessas. Construa sua fé sobre o fundamento do Deus confiável, que nunca minta. 1.3 Deus é chamado "nosso Salvador" (1.3), tal como aconteceu com o Jesucristo (1.4). "Deus" se refere ao Pai. Jesus cumpriu com a obra de salvação ao morrer por nossos pecados e portanto é nosso Salvador. Deus planejou a obra de salvação e o perdão de nossos pecados. Tanto o Pai como o Filho atuaram para nos salvar de nossos pecados. 1.4 Tito, um grego, foi um dos colaboradores do Paulo no que mais confiou e do que mais dependeu. Paulo enviou ao Tito a Corinto em várias missões especiais para ajudar à igreja em seus problemas (2 Corintios 7; 8). Paulo e Tito também viajaram juntos a Jerusalém (Gal 2:3) e a Giz (Gal 1:5). Paulo deixou ao Tito ali para que guiasse em seu desenvolvimento às novas Iglesias sobre a ilha. A última vez que Paulo menciona ao Tito é em 2Ti 4:10, sua última carta registrada. Tito tinha a habilidade para liderar, portanto Paulo lhe deu a responsabilidade de conduzir, respirando-o a que usasse bem suas habilidades. 1.5 Giz, uma ilha pequena no Mediterrâneo, tinha uma população numerosa de judeus. As Iglesias ali provavelmente foram fundadas por judeus de Giz, os que tinham estado em Jerusalém durante o Pentecostés (Act 2:11) muito mais de trinta anos antes de que Paulo escrevesse esta carta. 1.5 O trabalho que faltava era estabelecer um correto ensino e estabelecer anciões em cada cidade. 1.5 Paulo tinha eleito anciões em várias Iglesias (Act 14:23). O não podia permanecer em cada uma delas, mas conhecia que estas novas Iglesias necessitavam uma sólida liderança espiritual. Estes homens guiaram as Iglesias ensinando a sã doutrina, ajudaram aos crentes a maturar espiritualmente e os equiparam para viver pelo Jesus apesar da oposição. 1.5-9 Paulo descreve brevemente as qualidades que um ancião devesse ter. O tinha dado instruções similares ao Timoteo para que as aplicasse na igreja do Efeso (vejam-se 1Ti 3:1-7; 1Ti 5:22). Note que grande parte das qualidades tem que ver com o caráter dos anciões, não com seu conhecimento ou habilidade. A forma de vida de uma pessoa e suas relações é uma janela aberta para ver seu caráter. Considere estas qualidades à medida que você avalia a uma pessoa para uma posição de liderança. Embora é certo que é importante ter um ancião ou um pastor que possa pregar com efetividade a Palavra de Deus, é ainda muito mais importante ter a um que possa viver a Palavra de Deus e ser um exemplo para que outros o possam seguir. 1.10 "os da circuncisão" eram os judaizantes. Estes eram judeus que ensinavam que os gentis deviam obedecer todas as leis judias antes de poder chegar a ser cristãos. Isto confundiu a muitos novos cristãos. Paulo teve que escrever cartas a várias Iglesias para as ajudar a entender que os crentes gentis não tinham que ser judeus primeiro a fim de ser cristãos, Deus aceita a qualquer que vem ao em fé (vejam-se Rom 1:17; Gal 3:2-7). Embora o concílio de Jerusalém tinha lutado com estes assuntos (veja-se Feitos 15), os judeus devotos que rechaçaram acreditar no Jesus tratavam de causar problemas nas Iglesias cristãs. Os líderes cristãos deviam estar alertas e tomar ação sobre algo que dividisse aos cristãos. 1.10-14 Paulo adverte ao Tito que devia velar por causa daqueles que ensinavam falsas doutrinas e guiavam a outros ao engano. Alguns falsos professores simplesmente estão confundidos, expõem suas opiniões equivocadas sem as analisar à luz da Bíblia. Outros têm móveis malignos, pretendem ser cristãos só porque podem obter mais dinheiro ("ganho desonesto"), ocupação adicional ou um sentimento de poder por ser um líder na igreja. Jesus e os apóstolos com freqüência admoestaram contra os falsos professores (vejam-se Mar 13:22; Act 20:29; 2Th 2:3-12; 2Pe 3:3-7) porque seus ensinos atacam os fundamentos da verdade e integridade sobre os quais a fé cristã é edificada. Você pode reconhecer aos falsos professores porque eles: (1) põem maior atenção em si mesmos que em Cristo; (2) pedem que você faça algo que vai comprometer ou diluir sua fé; (3) passam por cima a natureza divina de Cristo ou a inspiração da Bíblia; ou (4) exortam aos crentes para que tomem decisões apoiadas principalmente no discernimento humano antes que na oração e a direção bíblica. 1.12 Paulo se refere a uma linha de um poema do Epiménides, um poeta e filósofo que viveu em Giz 600 anos antes. Alguns cretenses tinham tido uma má reputação e eram bem conhecidos por ser mentirosos. Paulo usou esta frase familiar para destacar que o ministério e liderança do Tito era muito necessário. 1.15 Algumas pessoas vêem tudo bom a seu redor, enquanto que outros vêem só o mau. Qual é a diferença? Nossas almas devem ser filtros por meio dos quais é possível perceber o bom ou mau. Os puros (aqueles que têm a Cristo em controle de suas vidas) aprendem a ver a bondade e a pureza até em meio da maldade. Mas os corrompidos e incrédulos encontram o mau em tudo porque suas mentes e corações maus pintam dessa cor até quão bom vêem e ouvem. Aquilo com o que você escolha encher sua mente afetará a maneira em que pense e atue. Dirija seus pensamentos a Deus e a sua Palavra, e descobrirá a bondade mais e mais, até neste mundo mau. Encha sua mente com o que é bom e ficará muito pouco espaço para o que é mau (Phi 4:8). 1.16 Muitas pessoas proclamam conhecer deus, ter nascido de novo. Como podemos saber que nos dizem a verdade? Não poderemos sabê-lo a ciência certa nesta vida, mas um aspecto de suas vidas nos dirá rapidamente o que eles valorizam e notaremos se suas vidas se mantêm ordenadas ao redor das prioridades do Reino. A forma em que vivemos diz muito a respeito do que acreditam (veja-se 1Jo 2:4-6). O que é o que a gente sabe a respeito de Deus e a respeito de sua fé ao observar sua vida?