Anúncios
x

Bibliatodo Comentários




Diário Viver
Levítico 27

1. Falou mais o SENHOR a Moisés, dizendo:

2. Fala aos filhos de Israel e dize-lhes: Quando alguém fizer particular voto, segundo a tua avaliação serão as pessoas ao SENHOR.

3. Se for a tua avaliação dum varão, da idade de vinte anos até à idade de sessenta, será a tua avaliação de cinqüenta siclos de prata, segundo o siclo do santuário.

4. Porém, se for fêmea, a tua avaliação será de trinta siclos.

5. E, se for de cinco anos até vinte, a tua avaliação dum varão será de vinte siclos, e a da fêmea, de dez siclos.

6. E, se for de um mês até cinco anos, a tua avaliação dum varão será de cinco siclos de prata, e a tua avaliação da fêmea será de três siclos de prata.

7. E, se for de sessenta anos e acima, do varão a tua avaliação será de quinze siclos, e a da fêmea, de dez siclos.

8. Mas, se for mais pobre do que a tua avaliação, então, apresentar-se-á diante do sacerdote, para que o sacerdote o avalie; conforme o que alcançar a mão do que fez o voto, o avaliará o sacerdote.

9. E, se for animal de que se oferece oferta ao SENHOR, tudo quanto der dele ao SENHOR será santo.

10. Não o mudará, nem o trocará bom por mau ou mau por bom; se, porém, em alguma maneira trocar animal por animal, o tal e o trocado serão ambos santos.

11. E, se for algum animal imundo, dos que se não oferecem em oferta ao SENHOR, então, apresentará o animal diante do sacerdote.

12. E o sacerdote o avaliará, seja bom ou seja mau; segundo a avaliação do sacerdote, assim será.

13. Porém, se em alguma maneira o resgatar, então, acrescentará o seu quinto além da tua avaliação.

14. E, quando algum santificar a sua casa para ser santa ao SENHOR, o sacerdote a avaliará, seja boa, seja má; como o sacerdote a avaliar, assim será.

15. Mas, se o que santificou resgatar a sua casa, então, acrescentará o quinto a mais do dinheiro da tua avaliação, e será sua.

16. Se também alguém santificar ao SENHOR uma parte do campo da sua possessão, então, a tua avaliação será segundo a sua semente: um gômer de semente de cevada será avaliado por cinqüenta siclos de prata.

17. Se santificar o seu campo desde o Ano do Jubileu, conforme a tua avaliação ficará.

18. Mas, se santificar o seu campo depois do Ano do Jubileu, então, o sacerdote lhe contará o dinheiro conforme os anos restantes até ao Ano do Jubileu, e isto se abaterá da tua avaliação.

19. E, se aquele que santificou o campo de alguma maneira o resgatar, então, acrescentará o quinto a mais do dinheiro da tua avaliação, e ficará seu.

20. E, se não resgatar o campo ou se vender o campo a outro homem, nunca mais se resgatará.

21. Porém, havendo o campo saído no Ano do Jubileu, será santo ao SENHOR, como campo consagrado; a possessão dele será do sacerdote.

22. E, se santificar ao SENHOR o campo que comprou, e não for do campo da sua possessão,

23. então, o sacerdote lhe contará a soma da tua avaliação até ao Ano do Jubileu; e, no mesmo dia, dará a tua avaliação por santidade ao SENHOR.

24. No Ano do Jubileu, o campo tornará àquele de quem o comprou, àquele de quem era a possessão do campo.

25. E toda a tua avaliação se fará conforme o siclo do santuário; o siclo será de vinte geras.

26. Mas o primogênito de um animal, por já ser do SENHOR, ninguém o santificará; seja boi ou gado miúdo, do SENHOR é.

27. Mas, se for de um animal imundo, o resgatará, segundo a tua estimação, e sobre ele acrescentará o seu quinto; e, se não se resgatar, vender-se-á segundo a tua estimação.

28. Todavia, nenhuma coisa consagrada que alguém consagrar ao SENHOR de tudo o que tem, de homem, ou de animal, ou do campo da sua possessão, se venderá nem resgatará; toda coisa consagrada será uma coisa santíssima ao SENHOR.

29. Toda coisa consagrada que for consagrada do homem não será resgatada; certamente morrerá.

30. Também todas as dízimas do campo, da semente do campo, do fruto das árvores são do SENHOR; santas são ao SENHOR.

31. Porém, se alguém das suas dízimas resgatar alguma coisa, acrescentará o seu quinto sobre ela.

32. No tocante a todas as dízimas de vacas e ovelhas, de tudo o que passar debaixo da vara, o dízimo será santo ao SENHOR.

33. Não esquadrinhará entre o bom e o mau, nem o trocará; mas, se em alguma maneira o trocar, o tal e o trocado serão santos; não serão resgatados.

34. Estes são os mandamentos que o SENHOR ordenou a Moisés, para os filhos de Israel, no monte Sinai.

×
Levítico 27

27.1ss Aos israelitas lhes requereu que dessem ou consagrassem certas coisas ao Senhor e a seu serviço: os primeiros frutos de suas colheitas, os animais primogênitos, os filhos primogênitos, o dízimo de seu ganho. Muitos desejavam ir mais à frente e consagrar-se eles mesmos ou consagrar a outro membro da família, animais adicionais, uma casa ou um campo a Deus. Nestes casos, era possível doar dinheiro em lugar de uma pessoa real, um animal ou uma propriedade. Algumas pessoas faziam votos impulsivos ou pouco realistas. A fim de insisti-los a refletir antes de fazê-lo, impunha-se uma penalidade do vinte por cento a aquelas coisas que eram voltas a comprar com dinheiro. Este capítulo explica como fixar valores e o que fazer se um doador logo desejava voltar a comprar aquilo que tinha doado a Deus. 27.9, 10 Deus ensinou a quão israelitas quando faziam um voto ao, não deviam retratar-se de sua promessa até se resultava mais custosa do que esperavam. (Isto aplicava aos animais; os humanos podiam ser redimidos ou comprados de novo.) Deus toma seriamente nossas promessas. Se você fez um voto de dar dez por cento de seu ingresso e repentinamente surgem algumas conta inesperadas, sua fiel mordomia será custosa. Entretanto, Deus espera que você cumpra com sua promessa, mesmo que lhe seja difícil. 27.14-25 A propriedade imobiliária podia ser doada como oferenda voluntária de um modo que se assemelha à forma em que hoje em dia as pessoas dão propriedades por meio de um testamento ou doam o obtido na venda de uma propriedade à igreja ou a organizações cristãs. 27.29 Coisas dedicadas a ser destruídas se referem a propriedades pessoais ou a pessoas que estavam sob a proibição de Deus, tais como um bota de cano longo capturado de adoradores de ídolos ou dos ídolos mesmos. Estas coisas deviam ser destruídas e não podiam ser resgatadas. 27.33 Muitos dos princípios a respeito dos sacrifícios e dos dízimos tinham o propósito de motivar atitudes internas assim como ações externas. Se uma pessoa dava a contra gosto, mostrava que tinha um coração mesquinho. Deus quer que sejamos doadores alegres (2Co 9:7) que demos com gratidão ao. 27.34 O livro do Levítico está repleto de mandamentos que Deus deu a seu povo ao pé do monte Sinaí. Destes mandamentos podemos aprender muito a respeito da natureza e o caráter de Deus. A primeira vista, Levítico parece irrelevante para nosso mundo altamente tecnificado. Mas se aprofundarmos um pouco, damo-nos conta que este livro nos segue falando hoje porque Deus não trocou e seus princípios são para todos os tempos. Como a gente e a sociedade trocam, precisamos procurar continuamente forma de aplicar os princípios da lei de Deus a nossas circunstâncias pressente. Deus era o mesmo no Levítico como o é hoje e o será por sempre (Hb 13:8).




Anúncios