x

Bibliatodo Comentários

Anúncios


Diário Viver

Isaías 27

1. Naquele dia, o SENHOR castigará com a sua dura espada, grande e forte, o leviatã, a serpente veloz, e o leviatã, a serpente tortuosa, e matará o dragão que está no mar.

2. Naquele dia, haverá uma vinha de vinho tinto; cantai-lhe.

3. Eu, o SENHOR, a guardo e, a cada momento, a regarei; para que ninguém lhe faça dano, de noite e de dia a guardarei.

4. Não há indignação em mim; quem me poria sarças e espinheiros diante de mim na guerra? Eu iria contra eles e juntamente os queimaria.

5. Ou que se apodere da minha força e faça paz comigo; sim, que faça paz comigo.

6. Dias virão em que Jacó lançará raízes, e florescerá e brotará Israel, e encherão de fruto a face do mundo.

7. Porventura, feriu-o ele como feriu aos que o feriram? Ou matou-o ele assim como matou aos que por ele foram mortos?

8. Com medida contendeste com ela quando a rejeitaste; ele a tirou com o seu vento forte, no tempo do vento leste.

9. Por isso, se expiará a iniqüidade de Jacó, e este será todo o fruto de se haver tirado o seu pecado; quando ele fizer a todas as pedras do altar como pedras de cal feitas em pedaços, os bosques e as imagens do sol não poderão ficar em pé.

10. Porque a cidade forte está solitária, uma habitação rejeitada e abandonada como um deserto; ali, pastarão os bezerros, e ali se deitarão, e devorarão os seus ramos.

11. Quando os seus ramos se secarem, serão quebrados; vindo as mulheres, os acenderão, porque este povo não é povo de entendimento; por isso, aquele que o fez não se compadecerá dele e aquele que o formou não lhe mostrará nenhum favor.

12. E será, naquele dia, que o SENHOR padejará o seu fruto desde as correntes do rio até o rio do Egito; e vós, ó filhos de Israel, sereis colhidos um a um.

13. E será, naquele dia, que se tocará uma grande trombeta, e os que andavam perdidos pela terra da Assíria e os que foram desterrados para a terra do Egito tornarão a vir e adorarão ao SENHOR no monte santo, em Jerusalém.

×

Isaías 27

27.1 "Aquele dia" é uma referência sobre o fim do mundo malvado que conhecemos. Na literatura síria antiga, o leviatã era um monstro de sete cabeças, o inimigo da ordem criado Por Deus. portanto, Isaías compara a massacre dos malvados com a conquista de um grande inimigo. Embora o mal é um inimigo capitalista, Deus o esmagará e o eliminará da terra para sempre. 27.2-6 A vinha pisada do capítulo 5 se restaurará na nova terra de Deus. O protegerá e cuidará a vinha, seu povo. Já não produzirá frutos sem valor, mas sim produzirá suficiente fruto bom para todo mundo. Os gentis conhecerão deus através do Israel. 27.9 Só Deus pode limpar o pecado, mas remover os de sua terra seria o castigo que desencardiria ao povo de Deus. Deu 28:49-52, Deu 28:64 explica a advertência de Deus a respeito destas conseqüências. 27.11 Isaías compara o estado da vida espiritual do Israel com os ramos seca que se quebram e se usam como combustível. As árvores nas Escrituras freqüentemente representam a vida espiritual. O tronco é o canal de força que provém de Deus; os ramos são as pessoas que o servem. Os ramos de uma árvore em ocasiões se balançam e assobiam com o vento. Como o Israel, podem secar-se devido à podridão interna e voltar-se inúteis para algo exceto produzir fogo. Que classe de ramo é você? Se está murchando-se espiritualmente, analise se suas raízes estão firmemente arraigadas em Deus. 27.12 "Debulhará" significa "julgar". O propósito de Deus ao julgar a terra não é vingança, a não ser purificação. Quer nos corrigir e nos conduzir de novo ao. Deus não nos castiga pelo pecado solo para nos fazer sofrer, mas sim para que o fiel esteja melhor preparado para um serviço frutífero.






Anúncios