- Anúncios -
x

Bibliatodo Comentários




Diário Viver
Gálatas 5

1. Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou e não torneis a meter-vos debaixo do jugo da servidão.

2. Eis que eu, Paulo, vos digo que, se vos deixardes circuncidar, Cristo de nada vos aproveitará.

3. E, de novo, protesto a todo homem que se deixa circuncidar que está obrigado a guardar toda a lei.

4. Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça tendes caído.

5. Porque nós, pelo espírito da fé, aguardamos a esperança da justiça.

6. Porque, em Jesus Cristo, nem a circuncisão nem a incircuncisão têm virtude alguma, mas, sim, a fé que opera por caridade.

7. Corríeis bem; quem vos impediu, para que não obedeçais à verdade?

8. Esta persuasão não vem daquele que vos chamou.

9. Um pouco de fermento leveda toda a massa.

10. Confio de vós, no Senhor, que nenhuma outra coisa sentireis; mas aquele que vos inquieta, seja ele quem for, sofrerá a condenação.

11. Eu, porém, irmãos, se prego ainda a circuncisão, por que sou, pois, perseguido? Logo, o escândalo da cruz está aniquilado.

12. Eu quereria que fossem cortados aqueles que vos andam inquietando.

13. Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis, então, da liberdade para dar ocasião à carne, mas servi-vos uns aos outros pela caridade.

14. Porque toda a lei se cumpre numa só palavra, nesta: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.

15. Se vós, porém, vos mordeis e devorais uns aos outros, vede não vos consumais também uns aos outros.

16. Digo, porém: Andai em Espírito e não cumprireis a concupiscência da carne.

17. Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito, contra a carne; e estes opõem-se um ao outro; para que não façais o que quereis.

18. Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei.

19. Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: prostituição, impureza, lascívia,

20. idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias,

21. invejas, homicídios, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o Reino de Deus.

22. Mas o fruto do Espírito é: caridade, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.

23. Contra essas coisas não há lei.

24. E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências.

25. Se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito.

26. Não sejamos cobiçosos de vanglórias, irritando-nos uns aos outros, invejando-nos uns aos outros.

×
Gálatas 5

5.1 Cristo morreu para nos libertar do pecado e de uma lista interminável de leis e regulações. Cristo veio para nos liberar, não para fazer o que quisermos, o que nos levaria novamente à escravidão de nossos desejos egoístas. Se não que, graças a Cristo, somos livres e agora estamos em condições de fazer o que antes era impossível: viver livre do egoísmo. Aqueles que apelam a sua liberdade para fazer o que gostarem ou ser indulgentes com seus desejos, estão caindo nas garras do pecado. Usa sua liberdade para si mesmo ou em favor de outros? 5.2-4 Procurar ser salvos por guardar a lei e ser salvos por graça são duas formas diferentes de acesso. "De nada lhes aproveitará Cristo" significa que a provisão de Cristo para nossa salvação não servirá de nada se procuramos nos salvar a nós mesmos. Obedecer a lei não lhe faz as coisas mais fáceis a Deus para nos salvar. Tudo o que podemos fazer é aceitar seu presente de graça por meio da fé. Nossas obras de serviço nunca podem ser utilizadas para tratar de ganhar o amor de Deus ou seu favor. 5.3, 4 A circuncisão era um símbolo que indicava a origem adequada e que se fazia tudo o que a religião requer. Nenhuma quantidade de trabalho, disciplina ou conduta moral pode nos salvar. Se uma pessoa contava encontrando o favor de Deus por meio da circuncisão, deveria também obedecer o resto de todas as leis de Deus. Se tratarmos de nos salvar a nós mesmos guardando todas as leis de Deus só nos separaremos mais Do. 5.6 Somos salvos pela fé, não pelas obras. portanto, o amor por outros e Por Deus são a resposta daqueles que foram perdoados. O perdão de Deus é completo e Jesus diz que aqueles que foram perdoados muito amarão muito mais (Luk 7:47). Já que a fé se expressa através do amor, você pode examinar seu amor por outros que atua como reflexo de sua fé. 5.9 Uma pequena porção de levedura faz que toda a massa se levede. Só faz falta uma pessoa má para infectar a outros. 5.11 A perseguição provou que Paulo estava pregando o evangelho. Se ele tivesse pregado o que os falsos professores pregavam, ninguém se houvesse sentido ofendido; mas como ele ensinou a verdade, foi açoitado tanto por judeus como pelos judaizantes. Tem amigos ou seres queridos que o rechaçam porque está a favor de Cristo? Jesus disse que não devêssemos nos surpreender se o mundo nos aborrecia, porque também o aborreceram ao (Joh 15:18-19). Assim como Paulo fielmente seguiu proclamando a mensagem do Jesucristo, siga cumprindo com o que Deus lhe encarregou fazer, até apesar dos obstáculos que outros pudessem pôr em seu caminho. 5.13 Paulo fez uma distinção entre a liberdade para pecar e liberdade para servir. A liberdade para pecar não é liberdade, porque escraviza a Satanás, a outros ou a nossa própria natureza pecaminosa. Os cristãos, pelo contrário, não devessem ser escravos do pecado porque têm a liberdade para fazer o correto e glorificar a Deus por meio do serviço amoroso a outros. 5.14, 15 Quando não estamos motivados pelo amor, convertemo-nos em críticos de outros. Deixamos de procurar o bom nos outros e vemos só faltas. Muito em breve a unidade dos crentes se rompe. falou você a costas de alguém? enfatizou em outros as debilidades antes que seus lados fortes? Tenha presente o mandato do Jesus de amar a outros da maneira que se ama você (Mat 22:39). Quando notar que se converteu em crítico de alguém, faça uma lista das qualidades positivas dessa pessoa. E não diga nada a suas costas, se não estivesse disposto a dizer-lhe em amor frente a frente. 5.16-18 Se seus desejos o guiarem às qualidades mencionadas em 5.22, 23 então você pode deduzir que o Espírito Santo o está guiando. Ao mesmo tempo, deve tomar cuidado em não confundir seus sentimentos com a direção do Espírito Santo. O ser guiados pelo Espírito Santo envolve o desejo de ouvir, predisposição para obedecer e a sensibilidade para discernir entre seus sentimentos e sua diligência para atuar. Que o Espírito Santo guie e controle sua vida cada dia. Logo as palavras de Cristo estarão em sua mente, o amor de Cristo estará em suas ações e o poder de Cristo o ajudará a controlar seus desejos egoístas. 5.17 Paulo descreve as duas forças conflitivas em nós: o Espírito Santo e a natureza pecaminosa (nossos maus desejos ou inclinações ao mal, veja-se também 5.16, 19, 24). Paulo não diz que estas forças sejam iguais. O Espírito Santo é muito mais forte, mas se nós dependermos de nossa própria sabedoria tomaremos decisões equivocadas. Se tratarmos de seguir ao Espírito Santo em nosso próprio esforço humano, falharemos. Nossa única via à liberdade de nossos desejos naturais para o mal é por meio do poder do Espírito Santo (vejam-se Rom 8:39, Eph 4:23-24; Col 3:3-8). 5.19-21 Todos temos desejos naturais para o mal e não os podemos ignorar. A fim de seguir a guia do Espírito Santo devemos enfrentá-los com decisão (crucificá-los, 5.24). Estes desejos incluem pecados óbvios tais como imoralidade sexual e feitiçaria. Também incluem pecados menos óbvios como a ambição, o ódio e o ciúmes. O ignorar nossos pecados ou recusar enfrentá-los revela que não recebemos o dom do Espírito que guia e transforma nossa vida. 5.22, 23 O fruto do Espírito é a obra espontânea do Espírito Santo em nós. O Espírito produz estes rasgos do caráter que se encontram na natureza de Cristo. Eles são o produto do controle de Cristo, não podemos obtê-lo por tratar de levá-los sem sua ajuda. Se quisermos que o fruto do Espírito se desenvolva em nossas vidas, devemos unir nossa vida a do (veja-se Joh 15:4-5); devemos conhecê-lo, amá-lo, recordá-lo, imitá-lo. O resultado será que cumpriremos com o propósito projetado da lei: amar a Deus e ao próximo. Qual destas qualidades desejas que o Espírito produza em sua vida? 5.23 devido a que o mesmo Deus que enviou a lei também enviou ao Espírito, o resultado de uma vida cheia do Espírito estará em harmonia perfeita com a intenção da lei de Deus. Uma pessoa que abunda com o fruto do Espírito cumpre a lei muito melhor que uma pessoa que observa os rituais e que tem muito pouco amor em seu coração. 5.24 Se queremos aceitar a Cristo como Salvador, devemos nos apartar de nosso pecado e cravar voluntariamente nossos maus desejos naturais à cruz. Isto não significa, entretanto, que nunca mais voltaremos a ver rasgos destes desejos novamente. Como cristãos ainda temos a capacidade para pecar mas fomos liberados do poder do pecado e não devemos nos deixar dominar por ele. Cada dia devemos lhe entregar nossas tendências pecaminosas a Deus e a seu controle, as cravando na cruz de Cristo, e momento a momento aspirar o poder do Espírito para nos sobrepor a elas (vejam-se 2.20; 6.14). 5.25 Deus está interessado em cada parte de nossas vidas, não só espiritual. Ao viver pelo poder do Espírito Santo, devemos render cada aspecto de nossa vida a Deus: emocional, física, social, intelectual, vocacional. Paulo diz: É salvo, portanto, vive de acordo a esta realidade! O Espírito Santo é a fonte de sua nova vida, de modo que caminhe com O. Não permita que nada ou ninguém mais determine seus valores e normas em qualquer área de sua vida. 5.26 Todos necessitamos certa medida de aprovação de outros, mas aqueles que se separam do caminho de Deus, em busca de honras ou para ganhar popularidade, mostram que não são guiados pelo Espírito Santo. Aqueles que esperam a aprovação de Deus não precisarão invejar a outros. Por ser filhos e filhas de Deus, temos seu Espírito Santo como a garantia amorosa de sua aprovação. VÍCIOS E VIRTUDES A Bíblia menciona muitas ações e atitudes específicas que podem ser corretas ou incorretas. Veja-a lista que se dá. Há muitas características da coluna erro que estão influenciando em você? VÍCIOS (Passando por cima a Deus e a outros) Imoralidade sexual (Gálatas 5.19) Lascívia (Gálatas 5.19) Impureza (Colosenses 3.5) Inimizade (Gálatas 5.20) Pleito (Gálatas 5.20) Zelo (Gálatas 5.20) Ira (Gálatas 5.20) Luta (Gálatas 5.20) Dissensão (Gálatas 5.20) Heresia (Gálatas 5.20) Soberba (2 Corintios 12.20) Inveja (Gálatas 5.21) Homicídio (Gálatas 5.21; Apocalipse 22.12-16) Idolatria (Gálatas 5.20; Efesios 5.5) Feitiçaria (Gálatas 5.20) Bebedeira (Gálatas 5.21) Orgias (Gálatas 5.21) Ofensa (1 Corintios 6.8) Adultério (1 Corintios 6.9, 10) Homossexualidade (1 Corintios 6.9, 10) Avareza (1 Corintios 6.9, 10; Efesios 5.5) Roubo (1 Corintios 6.9, 10) Mentira (Apocalipse 22.12-16) VIRTUDES (O resultado de viver para Deus) Amor (Gal 5:22) Gozo (Gal 5:22) Paz (Gal 5:22) Paciência (Gal 5:22) Benignidade (Gal 5:22) Bondade (Gal 5:22) Fé (Gal 5:22) Mansidão (Gal 5:23) Moderação (Gal 5:23)