x

Bibliatodo Comentários

Anúncios


Diário Viver
Amós 9

1. Vi o Senhor, que estava em pé sobre o altar, e me disse: Fere o capitel, e estremeçam os umbrais, e faze tudo em pedaços sobre a cabeça de todos eles; e eu matarei à espada até ao último deles; o que fugir dentre eles não escapará, nem o que escapar dentre eles se salvará.

2. Ainda que cavem até ao inferno, a minha mão os tirará dali; e, se subirem ao céu, dali os farei descer.

3. E, se se esconderem no cume do Carmelo, buscá-los-ei e dali os tirarei; e, se se ocultarem aos meus olhos no fundo do mar, ali darei ordem à serpente, e ela os morderá.

4. E, se forem para o cativeiro diante de seus inimigos, ali darei ordem à espada para que os mate; e eu porei os meus olhos sobre eles para mal e não para bem.

5. Porque o Senhor, o SENHOR dos Exércitos, é o que toca a terra, e ela se derrete, e todos os que habitam nela chorarão; e ela subirá toda como o grande rio e se submergirá como o Egito.

6. Ele é o que edifica as suas câmaras no céu, e a sua abóbada fundou na terra, e o que chama as águas do mar, e as derrama sobre a terra; o SENHOR é o seu nome.

7. Não sois vós para mim, ó filhos de Israel, como os filhos dos etíopes? Diz o SENHOR. Não fiz eu subir a Israel da terra do Egito, e aos filisteus, de Caftor, e aos siros, de Quir?

8. Eis que os olhos do Senhor JEOVÁ estão contra este reino pecador, e eu o destruirei de sobre a face da terra; mas não destruirei de todo a casa de Jacó, diz o SENHOR.

9. Porque eis que darei ordem e sacudirei a casa de Israel entre todas as nações, assim como se sacode grão no crivo, sem que caia na terra um só grão.

10. Todos os pecadores do meu povo morrerão à espada, os quais dizem: Não se avizinhará nem nos encontrará o mal.

11. Naquele dia, tornarei a levantar a tenda de Davi, que caiu, e taparei as suas aberturas, e tornarei a levantar as suas ruínas, e a edificarei como nos dias da antiguidade;

12. para que possuam o restante de Edom e todas as nações que são chamadas pelo meu nome, diz o SENHOR, que faz estas coisas.

13. Eis que vêm dias, diz o SENHOR, em que o que lavra alcançará ao que sega, e o que pisa as uvas, ao que lança a semente; e os montes destilarão mosto, e todos os outeiros se derreterão.

14. E removerei o cativeiro do meu povo Israel, e reedificarão as cidades assoladas, e nelas habitarão, e plantarão vinhas, e beberão o seu vinho, e farão pomares, e lhes comerão o fruto.

15. E os plantarei na sua terra, e não serão mais arrancados da sua terra que lhes dei, diz o SENHOR, teu Deus.

×
Amós 9

9.1 O castigo começaria no altar, o centro da vida da nação, o lugar onde o povo esperava ser protegido e bento. Este castigo abrangeria às 12 tribos. Alguns comentaristas pensam que era o altar do Bet-o e outros que era o altar do Templo de Jerusalém. Deus destruiria aquilo no que fundavam sua segurança com o fim de que se voltassem para O. Mas em 9.11 Deus promete restaurar seu povo. 9.2-4 O monte Carmelo e o Seol são símbolos da morte. Ninguém pode escapar do castigo de Deus. Estas eram boas notícias para os fiéis mas más notícias para os infiéis. Já seja que corramos aos topos das montanhas ou ao fundo do mar, Deus nos encontrará e nos julgará por nossas ações. Amós descreveu o castigo dos malvados como uma serpente marinha, que persegue implacavelmente aos condenados. Para os seguidores fiéis de Deus, entretanto, o castigo traz uma nova terra de paz e prosperidade. De que maneira avalia você o castigo de Deus? 9.7 Etiópia, ao sul do Egito, era uma terra remota e exótica para os israelitas. Caftor é uma ilha em Giz, aonde os filisteus viviam originalmente. Deus julgaria ao Israel da mesma forma que julga às nações estrangeiras. Não é sozinho o Deus do Israel; é o Deus do universo e tem o controle de todas as nações. 9.8 Amós assegurou a quão israelitas o castigo de Deus não seria permanente. Deus quer redimir, não castigar. Mas quando o castigo é necessário não o detém. Ao igual a um pai amoroso, Deus disciplina aos que ama para poder corrigi-los. Se O disciplinar a você, aceite-o como um signo de seu amor. 9.8, 9 Apesar de que Assíria destruiria ao Israel e se levaria a seu povo ao exílio, alguns seriam preservados. Este exílio se havia predita centenas de anos antes (Deu 28:63-68). Apesar de que a nação foi desencardida por meio desta invasão e cativeiro, nenhum verdadeiro crente se perderia eternamente. Nosso sistema de justiça não sempre é perfeito, mas o de Deus sim. Os pecadores não ficarão impunes; os fiéis não serão esquecidos. Os verdadeiros crentes não se perderão. 9.11, 12 O pacto que Deus fez com o Davi estabelecia que um dos descendentes do Davi estaria sentado no trono para sempre (2Sa 7:12-16). O exílio fez que isto fora impossível. Entretanto, "nesse tempo" Deus levantará e restaurará o reino conforme o prometido. Esta era uma promessa tanto para o Israel como para o Judá, que não se cumpriria em um governante político terrestre, a não ser no Messías, que renovaria o reino espiritual e governaria para sempre. Santiago citou este versículo em (Act 15:16-17), encontrando seu cumprimento na ressurreição de Cristo e na presença tanto de judeus como de gentis na igreja. Quando Deus traga para os gentis, estará restaurando o "tabernáculo" destroçado. depois de que os gentis sejam chamados juntos, Deus renovará e restaurará as fortunas da nova o Israel. Toda a terra que uma vez esteve sob o governo do Davi outra vez será parte da nação de Deus. 9.13-15 Os judeus dos dias do Amós tinham perdido a visão do cuidado e o amor que Deus tinha por eles. Os ricos estavam muito cômodos e despreocupados, negavam-se a ajudar aos que tinham necessidade. Observavam os rituais religiosos com a esperança de apaziguar a Deus, mas realmente não o amavam. Amós anunciou as advertências da destruição de Deus por causa da maldade. Não devemos assumir que o ir à igreja e ser bons basta, Deus espera que acreditar no penetre em todas as áreas de nossa vida, e seja um conduto que alcance a todas as pessoas e circunstâncias. Devemos permitir que as palavras do Amós nos inspirem a viver fielmente como Deus deseja.





Anúncios