x

Bibliatodo Comentários

Anúncios


Notas RV 1995 - Comentário da Versão Reina Valera
Gálatas 1

1. Paulo, apóstolo (não da parte dos homens, nem por homem algum, mas por Jesus Cristo, e por Deus Pai, que o ressuscitou dentre os mortos),

2. E todos os irmãos que estão comigo, às igrejas da Galácia:

3. Graça e paz da parte de Deus Pai e do nosso Senhor Jesus Cristo,

4. O qual se deu a si mesmo por nossos pecados, para nos livrar do presente século mau, segundo a vontade de Deus nosso Pai,

5. Ao qual seja dada glória para todo o sempre. Amém.

6. Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho;

7. O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transtornar o evangelho de Cristo.

8. Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.

9. Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema.

10. Porque, persuado eu agora a homens ou a Deus? ou procuro agradar a homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo.

11. Mas faço-vos saber, irmãos, que o evangelho que por mim foi anunciado não é segundo os homens.

12. Porque não o recebi, nem aprendi de homem algum, mas pela revelação de Jesus Cristo.

13. Porque já ouvistes qual foi antigamente a minha conduta no judaísmo, como sobremaneira perseguia a igreja de Deus e a assolava.

14. E na minha nação excedia em judaísmo a muitos da minha idade, sendo extremamente zeloso das tradições de meus pais.

15. Mas, quando aprouve a Deus, que desde o ventre de minha mãe me separou, e me chamou pela sua graça,

16. Revelar seu Filho em mim, para que o pregasse entre os gentios, não consultei a carne nem o sangue,

17. Nem tornei a Jerusalém, a ter com os que já antes de mim eram apóstolos, mas parti para a Arábia, e voltei outra vez a Damasco.

18. Depois, passados três anos, fui a Jerusalém para ver a Pedro, e fiquei com ele quinze dias.

19. E não vi a nenhum outro dos apóstolos, senão a Tiago, irmão do Senhor.

20. Ora, acerca do que vos escrevo, eis que diante de Deus testifico que não minto.

21. Depois fui para as partes da Síria e da Cilícia.

22. E não era conhecido de vista das igrejas da Judéia, que estavam em Cristo;

23. Mas somente tinham ouvido dizer: Aquele que já nos perseguiu anuncia agora a fé que antes destruía.

24. E glorificavam a Deus a respeito de mim.

×
Gálatas 1

Notas do Capítulo: [1] 1.1-5 Paulo começa sua epístola com a saudação acostumada (vejam-se Rm 1.1-7 N. e Introdução às epístolas ). [2] 1.1 Se apresenta como apóstolo (= enviado), igual a em todas suas epístolas, esclarecendo que foi renomado como tal pelo Jesus Cristo e Por Deus Pai (cf. At 9.3-6; 26.15-18). Por conseguinte, a mensagem que anuncia não é invenção humana. Cf. também Gl 1.11-12. [3] 1.2 Galacia: região do Ásia Menor, hoje pertencente a Turquia; veja-se Introdução. Estas Iglesias tinham sido fundadas pelo Paulo (Gl 3.1; 4.13-14) e estavam formadas principalmente por cristãos não judeus (Gl 4.8). [4] 1.4 Gl 2.20; cf. MT 20.28; Tt 2.14. [5] 1.4 Do presente século mau: quer dizer, o estado perverso atual do mundo: em contraste com o vindouro, que tem que começar com o retorno de Cristo. [6] 1.6-9 Paulo omite a seção de ação de obrigado e de felicitação que é habitual em suas epístolas (veja-se Introdução às epístolas ), e se lança diretamente a censurar aos gálatas por haver-se afastado de Deus para seguir um evangelho diferente. Além disso, faziam caso a alguns cristãos, especialmente de origem judia, que obrigavam aos crentes não judeus a submeter-se à Lei do Moisés, em particular ao rito da circuncisão, e a outras tradições judias (cf. At 15.1). Paulo vê nisto uma negação da obra redentora do Jesus Cristo (cf. Gl 5.2-6; 6.12-15). [7] 1.7 Cf. At 15.24. [8] 1.8-9 1 CO 16.22 N. [9] 1.10--2.21 Nesta seção, Paulo relata sua própria experiência, para demonstrar a validez da mensagem do evangelho tal como ele o prega. Embora esta seção alude a certos acontecimentos narrados no At, não há informação suficiente para coordenar as duas narrações em todos seus detalhes. [10] 1.10 1 Ts 2.4. [11] 1.12 Paulo se refere a sua experiência no caminho a Damasco (At 9.3-6; 22.6-10; 26.13-18), vista por ele como uma revelação e um envio (cf. V. 16). [12] 1.13 At 8.3; 22.4-5; 26.9-11. [13] 1.14 At 22.3; Fp 3.6. [14] 1.15 Me apartou do ventre de minha mãe: ou me escolheu antes de nascer: alusão à chamada de alguns profetas, enviados a dar uma mensagem também às nações não judias (V. 16); cf. Is 49.1; Jr 1.5. [15] 1.16 Revelar a seu Filho em mim: outra possível tradução: me fazer conhecer seu Filho: no caminho a Damasco (At 9.1-6 e paralelos). Assim descreve o central de sua experiência. [16] 1.16 Entre os gentis: Veja-se At 9.15 N.; cf. At 22.21; 26.17-18. [17] 1.17 a Arábia: provavelmente o reino árabe da Nabatea, que se estendia do sudeste da Palestina para o norte e que chegou a incluir por algum tempo a Damasco. Cf. At 9.19-25; veja-se 2 CO 11.32-33 N. [18] 1.18 Parece tratar-se da visita a Jerusalém mencionada no At 9.26-30. [19] 1.18 Pedro: o apóstolo. Outros textos dizem Cefas, forma aramaica do nome Pedro; vejam-se MT 16.18 nota m e 1 CO 1.12 nota O. [20] 1.19 A não ser ao Jacóo: outra possível tradução: exceto ao Santiago. Até sem pertencer ao grupo dos doze, Jacóo ou Santiago era um personagem importante na igreja de Jerusalém (At 12.17 N.). [21] 1.19 Irmão do Senhor: Veja-se MT 12.46 N.; cf. Mc 6.3. [22] 1.21 Cilícia: província romana ao sudeste da Ásia Menor; seu capital, Tarso, foi a cidade natal do Paulo (At 22.3). Cf. At 9.30; 11.25.





Anúncios