- Anúncios -
x

Bibliatodo Comentários




Diário Viver
Amós 2

1. Assim diz o SENHOR: Por três transgressões de Moabe, e por quatro, não retirarei o castigo, porque queimou os ossos do rei de Edom, até os tornar a cal.

2. Por isso porei fogo a Moabe, e consumirá os palácios de Queriote; e Moabe morrerá com grande estrondo, com alarido, com som de trombeta.

3. E exterminarei o juiz do meio dele, e a todos os seus príncipes com ele matarei, diz o SENHOR.

4. Assim diz o SENHOR: Por três transgressões de Judá, e por quatro, não retirarei o castigo, porque rejeitaram a lei do SENHOR, e não guardaram os seus estatutos, antes se deixaram enganar por suas próprias mentiras, após as quais andaram seus pais.

5. Por isso porei fogo a Judá, e ele consumirá os palácios de Jerusalém.

6. Assim diz o SENHOR: Por três transgressões de Israel, e por quatro, não retirarei o castigo, porque vendem o justo por dinheiro, e o necessitado por um par de sapatos,

7. Suspirando pelo pó da terra, sobre a cabeça dos pobres, pervertem o caminho dos mansos; e um homem e seu pai entram à mesma moça, para profanarem o meu santo nome.

8. E se deitam junto a qualquer altar sobre roupas empenhadas, e na casa dos seus deuses bebem o vinho dos que tinham multado.

9. Todavia eu destruí diante dele o amorreu, cuja altura era como a altura dos cedros, e que era forte como os carvalhos; mas destruí o seu fruto por cima, e as suas raízes por baixo.

10. Também vos fiz subir da terra do Egito, e quarenta anos vos guiei no deserto, para que possuísseis a terra do amorreu.

11. E dentre vossos filhos suscitei profetas, e dentre os vossos jovens nazireus. Não é isto assim, filhos de Israel? diz o SENHOR.

12. Mas vós aos nazireus destes vinho a beber, e aos profetas ordenastes, dizendo: Não profetizareis.

13. Eis que eu vos apertarei no vosso lugar como se aperta um carro cheio de feixes.

14. Assim perecerá a fuga ao ágil; nem o forte corroborará a sua força, nem o poderoso livrará a sua vida.

15. E não ficará em pé o que maneja o arco, nem o ligeiro de pés se livrará, nem tampouco se livrará o que vai montado a cavalo.

16. E o mais corajoso entre os fortes fugirá nu naquele dia, diz o SENHOR.

×
Amós 2

2.1-3 Os moabitas descendiam da relação incestuosa do Lot com sua filha maior (Gen 19:30-38). Balac, rei do Moab, tratou de contratar a um vidente, Balaam, para amaldiçoar aos israelitas para que pudessem ser derrotados (Números 22-24). Balaam se negou, entretanto, alguns moabitas tiveram êxito ao fazer que o Israel adorasse ao Baal (Num 25:1-3). Os moabitas eram conhecidos por suas atrocidades (2Ki 3:26-27). Um achado arqueológico, a pedra moabita, revela que Moab sempre estava preparado para aproveitar-se da queda de outros. 2.4-6 Amós ganhou a sua audiência quando proclamou o castigo de Deus contra as nações malvadas que rodeavam ao Israel. Inclusive falou contra sua própria nação, Judá, antes de enfocasse ao iminente castigo de Deus sobre o Israel. 2.4-6 Depois do reinado do Salomão, o reino se dividiu e as tribos do Judá e Benjamim constituíram o reino do Sul (Judá) sob o reinado do Roboam, filho do Salomão. As outras dez tribos constituíram o reino do Norte (Israel), e seguiram ao Jeroboam, que se tinha revelado contra Roboam. Deus julgou severamente a outras nações por suas más ações e atrocidades. Entretanto, também prometeu julgar ao Israel e ao Judá devido a que passaram por cima a Palavra revelada de Deus. As outras nações não a conheciam, mas Judá e Israel, o povo de Deus, sabia o que Deus queria. Mesmo assim continuaram ignorando-o, e se uniram às nações pagãs para adorar a seus ídolos. 2.6ss Deus condenou ao Israel por cinco pecados específicos: (1) vender aos pobres como escravos (vejam-se Deu 15:7-11; Amo 8:6), (2) explorar aos pobres (vejam-se Exo 23:6; Deu 16:19), (3) participar de pervertidos pecados sexuais (veja-se Lev 20:11-12), (4) tomar garantias colaterais ilícitas para os empréstimos (vejam-se Exo 22:26-27; Deu 24:6, Deu 24:12-13), e (5) adorar falsos deuses (veja-se Exo 20:3-5). 2.6, 7 Amós falou com a classe alta. Não havia classe média na nação, solo os muito ricos e os muito pobres. Os ricos observavam os rituais religiosos. Davam dízimos extras, assistiam aos lugares de adoração e ofereciam sacrifícios. Entretanto, eram ambiciosos e injustos, e se aproveitavam dos indefesos. Assegure-se de não esquecer-se dos pobres enquanto que assiste com fidelidade à igreja e leva a cabo os rituais religiosos. Deus espera que vivamos por fé, e isso significa responder às necessidades dos menos afortunados. 2.9-11 Constantemente os profetas desafiavam ao povo para que recordasse o que Deus tinha feito! Quando lemos uma lista como esta, surpreende-nos a infidelidade do Israel. Mas, o que diriam os profetas de nós? A fidelidade anterior de Deus deveu haver recordado a quão israelitas deviam obedecê-lo; da mesma forma, o que Deus tem feito por nós deve nos recordar que devemos viver para O. 2.11 Os nazareos faziam votos para abster do vinho e se deixavam crescer o cabelo. Entretanto, em vez de respeitá-los por suas vidas disciplinadas e moderadas, respiravam-nos a romper seus votos. Se os nazareos caíam na corrupção, teriam muito pouca boa influência sobre os israelitas. 2.16 Aquele dia se refere ao dia em que Assíria atacaria o Israel, destruiria Samaria e se levaria a povo cativo (722 a.C.). Esta derrota militar ocorreu umas quantas décadas depois deste anúncio. 2.16 A televisão e o cinema estão cheios de imagens de gente que parece não temer a nada. Muitas pessoas na atualidade procuraram amoldar suas vidas segundo estas imagens, querem ser fortes e valentes a qualquer preço. Entretanto, Deus não se impressiona com nossa fortaleza. Até o mais forte ou valente dos homens correrá de medo quando chegar o castigo de Deus. Pode recordar pessoas que se consideram o suficientemente fortes ou valentes para viver sem Deus? Não permita que sua retórica de auto-suficiência o vibre. Tenha presente que Deus não teme a ninguém, e que algum dia todas as pessoas lhe temerão.