x

Bíblia On-line

Anúncios




Sofonias 1 - Versão Católica com cabeçalhos

Ameaças contra Judá e Jerusalém

1. Aviso de destruição Palavra de Javé que foi dirigida a Sofonias, filho de Cusi, filho de Godolias, filho de Amarias, filho de Ezequias, no tempo de Josias, filho de Amon, rei de Judá.

2. Eu vou acabar com tudo o que existe sobre a face da terra - oráculo de Javé.

3. Acabarei com homens e animais, acabarei com as aves do céu e os peixes do mar; destruirei os ímpios. Eliminarei o ser humano da face da terra - oráculo de Javé.

4. Ameaça contra Judá Estenderei minha mão contra Judá e contra todos os habitantes de Jerusalém. Eliminarei desse lugar o que sobrou do deus Baal, e o nome dos seus sacerdotes com os seus ajudantes.

5. Eliminarei aqueles que se ajoelham nos terraços para adorar o exército do céu; aqueles que adoram a Javé, mas juram pelo deus Melcom;

6. aqueles que se afastam de Javé e que não procuram Javé, nem o consultam.

7. Silêncio diante do Senhor Javé, pois está próximo o Dia de Javé! Javé marcou um sacrifício e já santificou seus convidados.

8. No dia do sacrifício de Javé, pedirei contas aos nobres e príncipes e a todos os que se vestem à moda estrangeira.

9. Nesse dia, pedirei contas a todos os que saltam a soleira da porta do Templo e enchem de violência e trapaça o Templo do seu Senhor.

10. Nesse dia - oráculo de Javé - um clamor se levantará da porta dos Peixes, gemidos da Cidade Nova, e das colinas um grande lamento.

11. Gemam, moradores do bairro de Mactes, porque acabaram os mercadores e foram eliminados todos os cambistas.

12. Nesse tempo, revistarei Jerusalém com lanternas para pedir contas àqueles que, encharcados de vinho, dizem nos seus corações: ""Javé não faz o bem nem o mal"".

13. Suas riquezas serão saqueadas, suas casas serão demolidas. Construíram casas, mas não habitarão nelas; plantaram videiras, mas não beberão seu vinho.

14. O dia do juízo do Senhor Está próximo o grandioso Dia de Javé. Está próximo e avança com grande rapidez. Ouve-se um grito: ""É amargo o Dia de Javé!"" Nesse dia, o valente grita de medo.

15. Será um dia de cólera, esse dia; um dia de angústia e aflição, dia de devastação e ruína, dia de trevas e escuridão, dia nublado e tenebroso,

16. dia da trombeta e do grito de guerra contra os castelos fortificados e contra as torres da muralha.

17. Atormentarei os homens, de tal modo que andem como cegos, porque pecaram contra Javé; o sangue deles se derramará como poeira e suas vísceras como esterco.

18. Nem sua prata nem seu ouro serão capazes de livrá-los. No dia da cólera de Javé, ele incendiará a terra inteira no fogo da sua indignação. Sim, ele acabará exterminando todos os habitantes da terra.





Anúncios