x

Bíblia On-line

Anúncios




Marcos 1 - Versão Católica com cabeçalhos

João Batista

1. João Batista prepara o caminho Começo da Boa Notícia de Jesus, o Messias, o Filho de Deus.

2. Está escrito no livro do profeta Isaías: ""Eis que eu envio o meu mensageiro na tua frente, para preparar o teu caminho.

3. Esta é a voz daquele que grita no deserto: Preparem o caminho do Senhor, endireitem suas estradas!""

4. E foi assim que João Batista apareceu no deserto, pregando um batismo de conversão para o perdão dos pecados.

5. Toda a região da Judéia e todos os moradores de Jerusalém iam ao encontro de João. Confessavam os seus pecados, e João os batizava no rio Jordão.

6. João se vestia com uma pele de camelo, usava um cinto de couro e comia gafanhotos e mel silvestre.

7. E pregava: ""Depois de mim, vai chegar alguém mais forte do que eu. E eu não sou digno sequer de me abaixar para desamarrar as suas sandálias.

8. Eu batizei vocês com água, mas ele batizará vocês com o Espírito Santo.""

O batismo e a tentação de Jesus

9. O batismo e a tentação de Jesus Nesses dias, Jesus chegou de Nazaré da Galiléia, e foi batizado por João no rio Jordão.

10. Logo que Jesus saiu da água, viu o céu se rasgando, e o Espírito, como pomba, desceu sobre ele.

11. E do céu veio uma voz: ""Tu és o meu Filho amado; em ti encontro o meu agrado.""

12. Em seguida o Espírito impeliu Jesus para o deserto.

13. E Jesus ficou no deserto durante quarenta dias, e aí era tentado por Satanás. Jesus vivia entre os animais selvagens, e os anjos o serviam.

Vocação dos primeiros apóstolos

14. A chamada dos primeiros discípulos Depois que João Batista foi preso, Jesus voltou para a Galiléia, pregando a Boa Notícia de Deus:

15. O tempo já se cumpriu, e o Reino de Deus está próximo. Convertam-se e acreditem na Boa Notícia.

16. Ao passar pela beira do mar da Galiléia, Jesus viu Simão e seu irmão André; estavam jogando a rede ao mar, pois eram pescadores.

17. Jesus disse para eles: ""Sigam-me, e eu farei vocês se tornarem pescadores de homens.""

18. Eles imediatamente deixaram as redes e seguiram a Jesus.

19. Caminhando mais um pouco, Jesus viu Tiago e João, filhos de Zebedeu. Estavam na barca, consertando as redes.

20. Jesus logo os chamou. E eles deixaram seu pai Zebedeu na barca com os empregados e partiram, seguindo a Jesus.

A cura do endemoninhado de Cafarnaum

21. Jesus expulsa demônios e cura doentes Foram à cidade de Cafarnaum e, no sábado, Jesus entrou na sinagoga e começou a ensinar.

22. As pessoas ficavam admiradas com o seu ensinamento, porque Jesus ensinava como quem tem autoridade e não como os doutores da Lei.

23. Nesse momento, estava na sinagoga um homem possuído por um espírito mau, que começou a gritar:

24. Que queres de nós, Jesus Nazareno? Vieste para nos destruir? Eu sei quem tu és: tu és o Santo de Deus!

25. Jesus ameaçou o espírito mau: ""Cale-se, e saia dele!""

26. Então o espírito mau sacudiu o homem com violência, deu um grande grito e saiu dele.

27. Todos ficaram muito espantados e perguntavam uns aos outros: ""O que é isso? Um ensinamento novo, dado com autoridade... Ele manda até nos espíritos maus e eles obedecem!""

28. E a fama de Jesus logo se espalhou por toda parte, em toda a redondeza da Galiléia.

A cura da sogra de Pedro

29. Saíram da sinagoga e foram logo para a casa de Simão e André, junto com Tiago e João.

30. A sogra de Simão estava de cama, com febre, e logo eles contaram isso a Jesus.

31. Jesus foi aonde ela estava, segurou sua mão e ajudou-a a se levantar. Então a febre deixou a mulher, e ela começou a servi-los.

32. À tarde, depois do pôr-do-sol, levavam a Jesus todos os doentes e os que estavam possuídos pelo demônio.

33. A cidade inteira se reuniu na frente da casa.

34. Jesus curou muitas pessoas de vários tipos de doença e expulsou muitos demônios. Os demônios sabiam quem era Jesus, e por isso Jesus não deixava que eles falassem.

35. Jesus ora num lugar deserto De madrugada, quando ainda estava escuro, Jesus se levantou e foi rezar num lugar deserto.

36. Simão e seus companheiros foram atrás de Jesus

37. e, quando o encontraram, disseram: ""Todos estão te procurando.""

38. Jesus respondeu: ""Vamos para outros lugares, às aldeias da redondeza. Devo pregar também ali, pois foi para isso que eu vim.""

39. E Jesus andava por toda a Galiléia, pregando nas sinagogas e expulsando os demônios.

A cura de um leproso

40. A cura dum homem leproso Um leproso chegou perto de Jesus e pediu de joelhos: ""Se queres, tu tens o poder de me purificar.""

41. Jesus ficou cheio de ira, estendeu a mão, tocou nele e disse: ""Eu quero, fique purificado.""

42. No mesmo instante a lepra desapareceu e o homem ficou purificado.

43. Então Jesus o mandou logo embora, ameaçando-o severamente:

44. Não conte nada para ninguém! Vá pedir ao sacerdote para examinar você, e depois ofereça pela sua purificação o sacrifício que Moisés ordenou, para que seja um testemunho para eles.

45. Mas o homem foi embora e começou a pregar muito e a espalhar a notícia. Por isso, Jesus não podia mais entrar publicamente numa cidade: ele ficava fora, em lugares desertos. E de toda parte as pessoas iam procurá-lo.





Anúncios