x

Bíblia On-line

Anúncios



João 8 - Versão Católica com cabeçalhos

A mulher adúltera

1. Jesus foi para o monte das Oliveiras.

2. Ao amanhecer, ele voltou ao Templo, e todo o povo ia ao seu encontro. Então Jesus sentou-se e começou a ensinar.

3. Chegaram os doutores da Lei e os fariseus trazendo uma mulher, que tinha sido pega cometendo adultério. Eles colocaram a mulher no meio

4. e disseram a Jesus: ""Mestre, essa mulher foi pega em flagrante cometendo adultério.

5. A Lei de Moisés manda que mulheres desse tipo devem ser apedrejadas. E tu, o que dizes?""

6. Eles diziam isso para pôr Jesus à prova e ter um motivo para acusá-lo. Então Jesus inclinou-se e começou a escrever no chão com o dedo.

7. Os doutores da Lei e os fariseus continuaram insistindo na pergunta. Então Jesus se levantou e disse: ""Quem de vocês não tiver pecado, atire nela a primeira pedra.""

8. E, inclinando-se de novo, continuou a escrever no chão.

9. Ouvindo isso, eles foram saindo um a um, começando pelos mais velhos. E Jesus ficou sozinho. Ora, a mulher continuava ali no meio.

10. Jesus então se levantou e perguntou: ""Mulher, onde estão os outros? Ninguém condenou você?""

11. Ela respondeu: ""Ninguém, Senhor."" Então Jesus disse: ""Eu também não a condeno. Pode ir, e não peque mais.""

Discurso de Jesus sobre a sua missão

12. A validade do testemunho de Jesus Jesus continuou dizendo: ""Eu sou a luz do mundo. Quem me segue não andará nas trevas, mas possuirá a luz da vida.""

13. Então os fariseus disseram: ""O teu testemunho não vale, porque estás dando testemunho de ti mesmo.""

14. Jesus respondeu: ""Embora eu dê testemunho de mim mesmo, o meu testemunho é válido, porque eu sei de onde venho e para onde vou.

15. Vocês julgam como homens, mas eu não julgo ninguém.

16. Mesmo que eu julgue, o meu julgamento é válido, porque não estou sozinho, mas o Pai que me enviou está comigo.

17. Na Lei de vocês está escrito que o testemunho de duas pessoas é válido.

18. Eu dou testemunho de mim mesmo, e o Pai que me enviou dá testemunho de mim.""

19. Então lhe perguntaram: ""Onde está o teu Pai?"" Jesus respondeu: ""Vocês não conhecem nem a mim nem o meu Pai. Se vocês me conhecessem, também conheceriam o meu Pai.""

20. Jesus falou essas coisas enquanto estava ensinando no Templo, perto da sala do Tesouro. E ninguém o prendeu, porque a hora dele ainda não havia chegado.

21. Jesus continuou dizendo: ""Eu vou-me embora e vocês vão me procurar, mas vocês vão morrer no seu pecado. Para onde eu vou, vocês não podem ir.""

22. As autoridades dos judeus comentavam: ""Por acaso ele vai se matar? Pois está dizendo: Para onde eu vou, vocês não podem ir.""

23. Jesus continuou a falar: ""Vocês são daqui de baixo, eu sou lá de cima. Vocês são deste mundo, mas eu não sou deste mundo.

24. É por isso que eu digo que vocês vão morrer nos seus pecados. Se vocês não acreditam que Eu Sou, vocês vão morrer nos seus pecados.""

25. Então as autoridades dos judeus perguntaram: ""Quem és tu?"" Jesus respondeu: ""O que eu estou dizendo desde o começo.

26. Eu poderia dizer muita coisa a respeito de vocês, e condená-los. Mas, aquele que me enviou é verdadeiro, e eu digo ao mundo as coisas que ouvi dele.""

27. Eles não compreenderam que Jesus falava a respeito do Pai.

28. Jesus continuou dizendo: ""Quando vocês levantarem o Filho do Homem, saberão que Eu Sou e que não faço nada por mim mesmo, pois falo apenas aquilo que o Pai me ensinou.

29. Aquele que me enviou está comigo. Ele não me deixou sozinho, porque sempre faço o que agrada a ele.""

30. Os filhos de Abraão Enquanto Jesus falava essas coisas, muitos acreditaram nele.

31. Então Jesus disse para as autoridades dos judeus que tinham acreditado nele: ""Se vocês guardarem a minha palavra, vocês de fato serão meus discípulos;

32. conhecerão a verdade, e a verdade libertará vocês.""

33. Eles disseram: ""Nós somos descendentes de Abraão, e nunca fomos escravos de ninguém. Como podes dizer: vocês ficarão livres? ""

34. Jesus respondeu: ""Eu garanto a vocês: quem comete o pecado, é escravo do pecado.

35. O escravo não fica para sempre na casa, mas o filho fica aí para sempre.

36. Por isso, se o Filho os libertar, vocês realmente ficarão livres.

37. Eu sei que vocês são descendentes de Abraão; no entanto, estão procurando me matar, porque minha palavra não entra na cabeça de vocês.

38. Eu falo das coisas que vi junto do Pai; vocês também devem fazer aquilo que ouvem do pai de vocês.""

39. As autoridades dos judeus disseram a Jesus: ""Nosso pai é Abraão."" Jesus disse: ""Se vocês são filhos de Abraão, façam as obras de Abraão.

40. Agora, porém, vocês querem me matar, e o que eu fiz, foi dizer a verdade que ouvi junto de Deus. Isso Abraão nunca fez.

41. Vocês fazem a obra do pai de vocês."" Então eles replicaram: ""Não somos filhos ilegítimos; só temos um pai, que é Deus.""

42. Os filhos do Diabo Jesus disse: ""Se Deus fosse pai de vocês, vocês me amariam, porque eu saí de Deus e venho dele. Não vim pela minha própria vontade, mas foi ele que me enviou.

43. Por que vocês não compreendem o que eu falo? É porque vocês não são capazes de ouvir a minha palavra.

44. O pai de vocês é o diabo, e vocês querem realizar o desejo do pai de vocês. Desde o começo ele é assassino, e nunca esteve com a verdade, porque nele não existe verdade. Quando ele fala mentira, fala do que é dele, porque ele é mentiroso e pai da mentira.

45. Eu falo a verdade, e por isso vocês não acreditam em mim.

46. Quem de vocês pode me acusar de pecado? Se eu digo a verdade, por que vocês não acreditam em mim?

47. Quem é de Deus ouve as palavras de Deus. Vocês, porém, não ouvem, porque vocês não são de Deus.""

48. Jesus fala de si próprio As autoridades dos judeus disseram: ""Não temos razão de dizer que és um samaritano e que estás louco?""

49. Jesus respondeu: ""Eu não estou louco. Eu honro meu Pai, e vocês me desonram.

50. Eu não procuro a minha glória. Existe alguém que a procura e julga.

51. Eu garanto a vocês: se alguém guarda a minha palavra, jamais verá a morte.""

52. Os judeus disseram: ""Agora sabemos que estás louco. Abraão morreu e os profetas também. E tu dizes: se alguém guarda a minha palavra, nunca vai experimentar a morte.

53. Por acaso, tu és maior que o nosso pai Abraão, que morreu? Os profetas também morreram. Quem é que pretendes ser?""

54. Jesus respondeu: ""Se eu glorifico a mim mesmo, minha glória não vale nada. Quem me glorifica é o meu Pai, aquele que vocês dizem que é o Pai de vocês.

55. Vocês não o conhecem, mas eu o conheço. Se dissesse que não o conheço, eu seria mentiroso como vocês. Mas eu o conheço e guardo a palavra dele.

56. Abraão, o pai de vocês, alegrou-se porque viu o meu dia. Ele viu e encheu-se de alegria.""

57. Então os judeus disseram: ""Ainda não tens cinqüenta anos, e viste Abraão?""

58. Jesus respondeu: ""Eu garanto a vocês: antes que Abraão existisse, Eu Sou.""

59. Então eles pegaram pedras para atirar em Jesus. Mas Jesus se escondeu e saiu do Templo.





Anúncios