x

Bíblia On-line

Anúncios



Gênesis 27 - Versão Católica com cabeçalhos

Isaque manda Esaú fazer-lhe um guisado

1. Jacó recebe a bênção de Isaque Isaac ficou velho, e seus olhos se enfraqueceram, a ponto de não enxergar mais nada. Então chamou Esaú, seu filho mais velho: ""Meu filho!"" Esaú respondeu: ""Estou aqui"".

2. Isaac continuou: ""Veja! Estou velho e não sei quando vou morrer.

3. Agora, pegue suas armas, suas flechas e o arco, vá ao campo e traga-me alguma caça.

4. Prepare-me um bom prato, do jeito que eu gosto, e traga-me para que eu coma, e antes de morrer eu abençoe você"".

5. Rebeca ouviu tudo o que Isaac falava com seu filho Esaú. E Esaú saiu para o campo a fim de caçar alguma coisa para seu pai.

Rebeca e Jacó enganam Isaque

6. Rebeca disse a seu filho Jacó: ""Ouvi seu pai dizer a seu irmão Esaú:

7. Traga-me alguma caça e faça-me um bom prato, para eu comer e abençoar você diante de Javé, antes de morrer.

8. Agora, escute-me e faça o que eu mandar.

9. Vá ao rebanho e me traga dois cabritos gordos. Vou preparar para seu pai um prato do jeito que ele gosta.

10. Depois você levará o prato a seu pai, para ele comer e abençoar você antes de morrer"".

11. Jacó disse à sua mãe Rebeca: ""Mas meu irmão Esaú é peludo e minha pele é lisa!

12. Se meu pai me tocar, ele vai perceber que eu quis enganá-lo e, em vez de bênção, atrairei maldição sobre mim"".

13. Mas sua mãe lhe respondeu: ""Meu filho, que a maldição dele caia sobre mim. Obedeça-me, vá e traga os cabritos"".

14. Jacó foi buscar os cabritos e os levou para sua mãe. Ela preparou um bom prato, do jeito que o pai gostava.

15. Rebeca pegou as melhores roupas que Esaú, o filho mais velho, tinha em casa, e com elas vestiu Jacó, seu filho mais novo.

16. Então cobriu-lhe os braços e a parte lisa do pescoço com a pele dos cabritos.

17. Depois colocou nas mãos do seu filho Jacó o pão e o prato que ela havia preparado.

18. Então Jacó foi até seu pai e disse: ""Pai!"" Isaac respondeu: ""Aqui estou. Quem é você, meu filho?""

19. Jacó respondeu ao pai: ""Sou Esaú, seu primogênito. Fiz o que o senhor me mandou. Levante-se, sente-se e coma da minha caça. Depois, o senhor me abençoará"".

20. Isaac disse a Jacó: ""Como você encontrou a caça depressa, meu filho!"" Jacó respondeu: ""É que Javé, o seu Deus, a colocou ao meu alcance"".

21. Isaac disse a Jacó: ""Aproxime-se, meu filho, para que eu o apalpe e veja se você é ou não o meu filho Esaú"".

22. Jacó aproximou-se de seu pai Isaac, que o apalpou e disse: ""A voz é de Jacó, mas os braços são de Esaú"".

23. Isaac não reconheceu Jacó, porque os braços dele estavam peludos como os de seu irmão Esaú. Então ele o abençoou.

24. E voltou a lhe perguntar: ""Você é o meu filho Esaú?"" Jacó respondeu: ""Sou"".

25. Isaac continuou: ""Sirva a caça, meu filho, para que eu coma e depois o abençoe"". Jacó o serviu e Isaac comeu; apresentou-lhe vinho, e ele bebeu.

26. Então seu pai Isaac lhe disse: ""Meu filho, aproxime-se e me beije"".

27. Jacó se aproximou e beijou o pai, que lhe aspirou o perfume das roupas. E o abençoou, dizendo: ""Sim, o perfume do meu filho é como o perfume de um campo fértil que Javé abençoou.

28. Que Deus dê a você o orvalho do céu e a fertilidade da terra, trigo e vinho em abundância.

29. Que os povos o sirvam e as nações se prostrem diante de você. Seja um senhor para seus irmãos, e os filhos de sua mãe se prostrem diante de você. Maldito seja quem amaldiçoar você; e bendito seja quem o abençoar"".

Esaú traz ao seu pai o guisado e descobre que Jacó já tomou a bênção

30. Logo que Isaac acabou de abençoar Jacó e este saiu de junto de seu pai, o irmão Esaú voltava da caça.

31. Ele também preparou um prato saboroso e o levou a seu pai. E lhe disse: ""Que meu pai se levante e coma da caça de seu filho, e depois me abençoe"".

32. Seu pai Isaac lhe perguntou: ""Quem é você?"" Ele respondeu: ""Sou Esaú, seu filho primogênito!""

33. Então Isaac estremeceu emocionado, e disse: ""Então, quem foi que veio e me trouxe a caça? Eu a comi antes que você chegasse e o abençoei, e abençoado ele ficará"".

34. Quando Esaú ouviu as palavras de seu pai, deu um forte grito e, cheio de amargura, disse ao pai: ""Abençoe-me também, meu pai!""

35. Mas Isaac respondeu: ""Seu irmão veio com astúcia e tomou a bênção que cabia a você"".

36. Esaú disse: ""Com razão ele se chama Jacó: é a segunda vez que ele me engana! Tirou o meu direito de primogenitura e agora roubou a minha bênção"". E acrescentou: ""O senhor não reservou nenhuma bênção para mim?""

37. Isaac respondeu a Esaú: ""Eu tornei Jacó senhor de você, dei-lhe todos os seus irmãos como servos e lhe garanti trigo e vinho. Que posso fazer por você agora, meu filho?""

38. Esaú disse ao pai: ""O senhor tem só uma bênção, meu pai? Abençoe também a mim, meu pai!"" Isaac ficou em silêncio e Esaú chorou em voz alta.

39. Isaac então lhe disse: ""A sua morada será longe da terra fértil e sem o orvalho que desce do céu.

40. Você viverá da sua espada e servirá a seu irmão. Mas quando você se revoltar, sacudirá o jugo do seu pescoço"".

41. Jacó foge para Labão Esaú começou a odiar Jacó, por causa da bênção que seu pai havia dado a ele. E dizia a si mesmo: ""Quando chegar o luto por meu pai, vou matar meu irmão Jacó"".

42. Contaram a Rebeca o que seu filho mais velho Esaú andava dizendo. Então ela mandou chamar Jacó, o filho mais novo, e lhe disse: ""Seu irmão Esaú quer matar você para vingar-se.

43. Portanto, meu filho, ouça bem: fuja para Harã, junto de meu irmão Labão.

44. Fique com ele algum tempo, até que passe a raiva do seu irmão,

45. até que a cólera do seu irmão se desvie de você e ele esqueça o que você lhe fez. Depois eu mandarei buscar você. Não quero perder os meus dois filhos num só dia"".

46. Rebeca disse a Isaac: ""Essas mulheres hetéias me tornam a vida insuportável. Se também Jacó casar com mulheres hetéias deste país, de que me adianta viver?""





Anúncios