x

Bíblia On-line

Anúncios



2 Samuel 1 - Versão Católica com cabeçalhos

Davi mata o amalequita que lhe traz a notícia da morte de Saul

1. Davi sabe da morte de Saul Depois da morte de Saul, Davi voltou da vitória sobre os amalecitas e ficou dois dias em Siceleg.

2. No terceiro dia, chegou alguém do acampamento de Saul, com as roupas rasgadas e a cabeça coberta de pó. Chegando perto de Davi, ele se jogou por terra e se prostrou.

3. Davi perguntou: ""De onde você vem?"" O homem respondeu: ""Escapei com vida do acampamento de Israel"".

4. Davi perguntou: ""O que foi que aconteceu? Diga logo"". O homem respondeu: ""As tropas fugiram do campo de batalha, muitos caíram e estão mortos. Até Saul e seu filho Jônatas morreram"".

5. Davi perguntou ao moço que o informava: ""Como é que você sabe que Saul e seu filho Jônatas estão mortos?""

6. O mensageiro respondeu: ""Eu estava casualmente no monte Gelboé e vi Saul apoiado em sua própria lança, enquanto os carros e cavaleiros se aproximavam.

7. Saul virou-se, me viu e me chamou. Eu disse: Estou aqui.

8. Saul me perguntou: Quem é você? Eu respondi: Sou um amalecita.

9. Então Saul me disse: Aproxime-se e mate-me, pois estou agonizando e não acabo de morrer.

10. Então eu me aproximei dele e o matei, porque eu sabia que ele não iria mesmo sobreviver depois de caído. Em seguida, peguei a coroa que ele trazia na cabeça e o bracelete que estava no seu braço e os trouxe aqui para o meu senhor"".

11. Então Davi rasgou suas próprias roupas. E todos os homens que o acompanhavam fizeram o mesmo.

12. Lamentaram, choraram e jejuaram até a tarde por Saul e por seu filho Jônatas, e também por causa do povo de Javé e pela casa de Israel, porque haviam sido mortos pela espada.

13. Depois Davi perguntou ao moço que havia trazido a notícia: ""De onde você é?"" Ele respondeu: ""Sou filho de um imigrante amalecita"".

14. Davi lhe perguntou: ""E como você se atreveu a levantar a mão para matar o ungido de Javé?""

15. Então Davi chamou um dos rapazes e ordenou: ""Venha aqui e mate esse homem"". O rapaz feriu o homem e ele morreu.

16. E Davi disse: ""Você é responsável por sua própria morte, pois com a própria boca você testemunhou contra si mesmo, dizendo que matou o ungido de Javé"".

O pranto de Davi por Saul e Jônatas

17. Cântico de Davi sobre a morte de Saul e de Jônatas Davi entoou esta lamentação para Saul e seu filho Jônatas,

18. e ordenou que fosse ensinada aos filhos de Judá. Ela se encontra no Livro do Justo.

19. A honra de Israel pereceu nas alturas. Como foi que os valentes caíram?

20. Não contem isso em Gat, nem proclamem nas ruas de Ascalon. Que as jovens filistéias não se alegrem e as filhas dos incircuncisos não exultem.

21. Montanhas de Gelboé, que o orvalho e a chuva não caiam sobre vocês e nunca mais haja campos férteis, pois o escudo dos valentes foi desonrado. O escudo de Saul não foi ungido com óleo,

22. mas com o sangue dos feridos e a gordura dos valentes. O arco de Jônatas não recuava e a espada de Saul não voltava sem sangue.

23. Saul e Jônatas, amados e queridos, nem a vida nem a morte os separaram. Eram mais velozes do que as águias e mais fortes do que os leões.

24. Moças de Israel, chorem por Saul: ele vestiu vocês com púrpura e linho, e enfeitou de ouro os seus vestidos.

25. Como os valentes caíram no combate! Jônatas, sua morte rasgou-me o coração!

26. Como sofro por você, Jônatas, meu irmão! Como eu lhe queria bem! Para mim, o seu amor era mais caro do que o amor das mulheres!

27. Como caíram os valentes! Como pereceram as armas de guerra!





Anúncios