Queimam Igreja histórica perto da Casa Branca devido a morte de George Floyd

A morte do afro-americano George Floyd provocou as mais violentas manifestações de indignação, por exemplo, a queima de uma igreja perto da Casa Branca dos EUA.

St. John’s Church, que é conhecida por sua história e trajetória, consumia-se no fogo provocado pelos manifestantes dos protestos dos últimos dias em demanda da morte de George; essas mobilizações terminaram nos intensos confrontos entre a polícia e as manifestações.

A queima do templo ocorreu depois que o reitor do mesmo anunciou que tanto o lugar e seus objetos se encontram fortemente resguardados depois de sofrer atos de vandalismo e grafites em suas paredes desde o sábado à noite.

“Esta manhã asseguramos, da melhor forma possível, os nossos objetos mais valiosos”, comentou Rob Fisher, reitor da igreja.

Parece que os relatórios dizem que há incêndios na Casa Branca e que os bombeiros não aparecem para acalmar os ânimos.

Por outro lado, a polícia informou que “se atendem como pode aos múltiplos incêndios que há em todo o país”; incluindo o de St. Church, que faz parte da cidade desde os anos 1800 e é considerada como uma grande instituição.

Antes dos fatos, a prefeita de Washington já havia declarado toque de recolher na capital, que se cumpre das 11 da noite até as 6 da manhã do dia seguinte. As diferentes mobilizações que existem estão espalhadas por todo o país, a residência presidencial está guardada de agentes locais.

Deixe seus comentários