Menina de 10 anos morre após ser torturada em suposto exorcismo na Argélia

Em uma brutal sessão de exorcismo, uma menina de 10 anos morreu na Argélia, causando grande comoção pela circunstância.

“Roqya” é como se conhece o exorcismo no país, a promotoria da localidade de Guelma, onde aconteceu o fato, a polícia prendeu o curandeiro ou “raquí” depois da morte da menina, a qual “foi submetida a maus tratos na sua casa durante o exorcismo”.

As razões pelas quais a criança foi submetida a um exorcismo não são claras, pois não foi fornecida nenhuma informação.

Segundo a promotoria, a menor faleceu ao chegar aos serviços de emergência do hospital de Guelma, onde se puderam observar “golpes fortes e queimaduras em todo seu corpo”.

Além disso, já foi ordenada a autópsia do corpo. Segundo denuncias há quem prática os exorcismos sem nenhum tipo de escrúpulos abusando da angústia de quem chega a exigir seus serviços.

Em redes sociais, chamaram “Carrasco” a quem torturou a menina, expressando seu desgosto. Ao que parece, o vítima tem 28 anos de idade.

Deixe seus comentários