Mais de 53.000 casos de Covid-19 em 24 horas quebra o recorde de contágio nos EUA

Com um novo recorde, os EUA romperam a maior cifra de contagiados por Covid-19 ao registrar mais de 53 mil casos em um dia.

Especificamente, 532.069 casos de contágio de Covid-19 se registraram em um dia no país, o que leva a números muito alarmantes para o país que sofreu diferentes situações as quais atingem sua sociedade atual.

Conforme com o último levantamento da Universidade Johns Hopkins, o número de mortos é de 128.677, o que corresponde a cerca de 649 nas últimas 24 horas.

Com este número, o país americano roquebra pe a barreira que eles mesmos tinham imposto da maior quantidade de contágios em um dia só que tinha sido estabelecida na semana passada com 40.000 pessoas de 6 estados diferentes.

No entanto, New York continua sendo o estado mais atingido pela pandemia com cerca de 349.954 casos de Covid-19 confirmados e cerca de 32.064 mortos, quase igualando países como o Brasil, Reino Unido e a Itália.

Depois de NY, há os estados de Nova Jersey, Massachusetts e Illinois com 15 mil, 8 mil e 6 mil mortos cada um.

Segundo um cálculo da Casa Branca, estimava-se que as mortes estivessem em uma média de 100 mil e 240 mil mortes, o que ficou abaixo ao registrar-se esta nova onda de contágio de coronavírus no país.

Instituições da Saúde estimam que só no mês de outubro a quantia poderia chegar a 175 pessoas falecidas, sem acrescentar os portadores do vírus.

Desde o palácio presidencial do país se advertiu que “devem ser tomadas medidas para frear os números que lança este novo pico de Covid-19”.

“Agora estamos tendo 40.000 novos casos por dia. Não me surpreenderia se chegássemos a 100.000 diários se isto não mudasse”, disse o assessor médico da Casa Branca, o Dr. Anthony Fauci, em uma reunião com o Senador.

“Claramente estamos indo na direção errada. Claramente não temos controle total agora. Estou muito preocupado porque a coisa pode ficar realmente muito ruim”, advertiu.

Os EUA não relatam um número oficial das duas partes afetadas pelo Covid-19, pelo que só surgem relatórios e estimativas de instituições médicas do país.

Deixe seus comentários