“Eu ouvi a voz de Deus”, diz um homem que impede um suicídio em ponte

43

Collin Dozier estava a caminho de casa quando, num momento inesperado, sentiu Deus chamando-o para parar em Lesner Bridge, em Virginia Beach, onde um homem estava prestes a cometer suicídio.

“Eu ouvi a voz de Deus”, diz um homem que impede o suicídio em uma ponte

Dozier estava indo em direção a sua casa, quando percebeu que um carro parou em uma ponte próxima e sentiu Deus chamando-o. “Foi como quando alguém bate na porta da sua casa. Você tem que ir responder. Foi muito claro”, disse ele. E ele foi até o homem, não importando o quanto sua vida fosse perigosa.

“Eu tentei não chegar muito perto dele. Eu me inclinei sobre o corrimão ao lado dele e disse: Ei, está tudo bem? Mas eu não obtive resposta”, explicou ele. O homem de 27 anos com problemas de depressão nem sequer olhou para Dozier. Mas ele não desistiu, ele fez todo o possível para incentivar o jovem. “Não o faça. Jesus te ama. Ele está aqui para você”, disse ele.

“A única coisa que eu podia fazer era me voltar para o Senhor e orar. Então fui um pouco mais perto dele e estendi a mão e disse: ‘Senhor Jesus, por favor, toque neste homem. Abra seus olhos agora mesmo. Deixe-o ver seu amor. Sei que, quando os tempos são difíceis, você é o único a quem temos que recorrer”, confessou Dozier em uma entrevista à Faithwire.

Depois de 20 minutos, a polícia finalmente apareceu. Aquele homem tinha uma arma e ameaçou atirar nele e no policial se eles se aproximassem. Mas isso não o impediu, Collin continuava chegando cada vez mais perto do homem. “Eu me joguei nele. Eu coloquei meus braços ao redor dele e apertei meus cotovelos para que seus braços não se movessem e eles não alcançassem nada”, explicou ele.

As ações desse homem tiveram um impacto tão positivo no homem que, desde então, ele começou a ir à igreja com ele. Ele também ficou sóbrio por três semanas. Antes de ser salvo naquela noite em abril, Collin disse que o homem não estava sóbrio em um único dia em 10 anos. Agora ele até começou um discipulado para ser batizado.

“Isso aconteceu por um motivo. Deus fez isso, não foi acaso. O Senhor me usou para fazer isso”, disse Dozier, que chegou a dizer que “nunca pensou” que Deus o usaria de maneira tão grande. Portanto, é importante sempre obedecer ao chamado de Deus em nossos corações.


Deixe seus comentários