Após ataques no Sri Lanka, menina cristã mantém esperança em Jesus

Os atentados no Sri Lanka na Páscoa de 2019 mudaram drasticamente a vida de Debbie, de seis anos. A mãe dela, Verlini, o pai, Ranjith, e o primo, Jackson, foram algumas das 28 vítimas fatais do ataque igreja Sion.

A menina foi hospitalizada com sérios ferimentos causados pelos estilhaços e queimaduras. Além das perdas na família, a garota também teve um dos olhos retirado.

Na primeira visita aos familiares em Batticaloa, a Portas Abertas conheceu apenas Verl, tio de Debbie e pai de Jackson.

Ele passou a cuidar da menina juntamente com a avó. O cristão relembrou como a família dela tinha prazer em trabalhar na igreja.

“Minha irmã Verlini era professora de escola dominical. Ela amava cantar, ler a Bíblia e orar. Estava na igreja quase todos os dias. Ela leu a Bíblia do início ao fim 27 vezes”, compartilha.

O cristão reconheceu que perder os familiares é difícil e doloroso, mas ele acredita que a morte deles não foi em vão. “Eles são como sementes e o sangue dos mártires são as sementes da igreja”, explica.

Durante um segundo encontro dos membros da igreja, Verl convidou a colaboradora da Portas Abertas para conhecer Debbie pessoalmente, pois no primeiro contato a menina ainda estava hospitalizada.

Em casa, ela brincava com os sons do pequeno tambor. Infelizmente, a garota perdeu a visão e agora precisa se adaptar a nova realidade. “Minha mãe e meu pai foram para Jesus”, grita.

A pequena cristã voltou pra casa em 20 de junho, desde então está se recuperando dos ferimentos e reaprendendo a andar. A avó e o irmão dela, Rufus, estão acompanhando Debbie na fase de reabilitação.

Quando perguntada sobre a história predileta da Bíblia, a menina logo responde: “Minha história favorita é que apesar do pecado de Adão e Eva, Jesus veio salvar cada um. E quando ele chegou, ele teve a vitória sobre Satanás e o inimigo foi derrotado”.

Debbie também fala empolgada sobre a volta de Cristo, ela tem grandes expectativas. “Ele vai abrir meus olhos e eu verei minha família de novo”, conta.

Deixe seus comentários