A aparição de Jesus salva 72 cristãos de serem mortos

No norte da Nigéria, houve uma manifestação de Jesus, enquanto 72 cristãos estavam prestes a morrer. A Nigéria é um dos lugares mais perigosos para os seguidores de Jesus, especialmente para aqueles que deixaram o Islã para seguir a Cristo.

A aparição de Jesus salva 72 cristãos de serem mortos

BarnabasAid disse que Deus os protegeu e os salvou das mãos daqueles soldados do Boko Haram que queriam matá-los. De acordo com Barnabé Aid, esses crentes se destacam em fé corajosa, têm se deparado com Cristo e o ouviram falar, eles experimentaram sua libertação milagrosa.

Eles ficaram totalmente impressionados com o que aconteceu, o que os deixou famintos e sedentos pela Palavra de Deus, mas eles expressaram que não podem ser educados através dos estudos diários de Sua Palavra, visto que eles não podem ler.

Aparição de Cristo

No acampamento do Boko Haram, 4 líderes masculinos foram capturados, torturados e informados de que deveriam negar a Cristo e voltar ao islamismo ou ser baleados, os quatro se recusaram e foram mortos a tiros, em plena vista do resto do grupo.

Uma semana depois, as 4 mulheres dos líderes que morreram por não negar sua fé, os militares lhe disseram que se eles não renunciassem à sua fé cristã, eles atirariam em seus filhos. Eles tiveram tempo para pensar sobre essa escolha terrível.

Enquanto as mulheres estavam morrendo naquela noite, seus filhos entusiasmados entraram correndo e contaram às mães que Jesus havia aparecido para eles e lhes disseram que tudo ficaria bem.

Então, Jesus apareceu para todo o grupo de 72, e disse-lhes para “não temer porque Ele iria protegê-los”. Ele disse que eles não deveriam renunciar a Ele, mas deveriam permanecer fortes, e que Ele era o Caminho, a Verdade e a Vida.

Eles eram livres para permanecerem firmes em sua fé

No dia seguinte, as quatro mães deram sua decisão aos militantes: eles não negariam a Cristo.

Os militantes se prepararam para atirar nas crianças, que já estavam alinhadas contra uma parede. A mais nova era uma menina de quatro anos. De repente, os militantes começaram a gritar e arranhar suas próprias cabeças. Gritando “Serpentes!”, Fugiu da cena e alguns deles caíram mortos.

Um dos homens cristãos pegou a arma de um militante morto, mas a menina de quatro anos colocou a mão em seu braço para detê-lo. “Você não precisa fazer isso”, disse ele. “Você não consegue ver os homens vestidos de branco lutando por nós?”

Deus trabalhou naquele lugar e protegeu seus fiéis porque eles nunca negaram sua fé e permaneceram firmes em sua crença. “O SENHOR, vosso Deus, que vai adiante de vós, por vós pelejará, conforme tudo o que fez convosco, diante de vossos olhos, no EgitoDeuteronômio 1:30.

Deixe seus comentários