20.000 pessoas assistem a batismos maciços no rio Jordão neste fim de semana.

Um número impressionante de pessoas participou de um batismo maciço no rio Jordão em comemoração ao que Jesus e João Batista fizeram.

20.000 peregrinos cristãos foram celebrar a Festa da Epifania, uma tradição ortodoxa.

As multidões atendem a este batismo maciço

Aos sábados e domingos, muitos cristãos participaram das cerimônias batismais de Qasr al-Tahud, no rio Jordão, onde todos os anos os crentes vêm para afirmar sua fé em Jesus através do batismo na água.

Espera-se que muitas outras cerimônias sejam realizadas no rio Jordão de janeiro ao resto do ano, onde os cristãos coptas e armênios estarão presentes.

“Graças às cerimônias, vemos um aumento acentuado no turismo, juntamente com um impulso para a economia, pelo qual sou grato. Nesta ocasião, gostaria de desejar boas festas a todos os membros da comunidade cristã”, disse o Tenente-Coronel Eran Gross.

Preservando o lugar como quando Jesus estava na Terra

Além disso, mais de 250 hectares de terra serão colocados em preservação, o que protegerá as igrejas abandonadas que estavam nos dias em que João Batista batizou Jesus.

“Devemos nos comprometer novamente a combater todos os atos de ódio, incitamento e violência entre as comunidades religiosas em Jerusalém e na Terra Santa. Infelizmente, novamente este ano, os cristãos foram mortos no Oriente Médio simplesmente por manter sua fé. Jerusalém deve servir de modelo de paz e harmonia entre as religiões”, disse o presidente da peça, Reuven Rivlin.

Ele também convidou judeus e cristãos para se defenderem contra os ataques que ambos perseguem por causa de sua fé.

Deixe seus comentários